Menu:
05/ago

Devido a minha monografia, não tive tempo de ler outros títulos e fiquei em hiatus com a minha prateleira. Do começo de julho para cá, comecei a evoluir e organizei todos os livros que não li em ordem e no topo da estante. Tudo isso para não cair na bobagem de comprar novas obras antes de finalizar a leitura daquelas que estão pendentes.

 

O quinto volume de The Vampire Diaries, chamado Anoitecer, entrou em prioridade, pois interrompi a leitura por força maior. L.J. Smith que me perdoe, mas eu precisava acertar minhas prioridades (ela deveria saber que tenho uma parte do meu guarda-roupa só para ela, fato!). Eu terminei de lê-lo já faz algumas semanas e confesso que, diferente dos volumes anteriores, esse foi o que mais me empolgou. Um milagre por assim dizer, pois ler os livros que deram origem à série é uma tarefa que precisa de paciência.

 

A premissa é bem básica: seres sobrenaturais chegam à Mystic Falls e começam a causar baderna. Os malach, liderados pelos gêmeos kitsune Shinichi e Misao são responsáveis em fazer a vida de Elena, Damon e Stefan um verdadeiro inferno na terra. Não só deles como também de Matt, Bonnie e Meredith. Enquanto Misao é a responsável em endoidecer as garotas da cidade, inclusive a “adorável” Caroline, Shinichi manipula Damon para fazer as coisas mais horríveis contra aqueles que, de certa forma, se dividem entre amá-lo e odiá-lo.

 

Para aqueles que gostam de Stefan, ele fica totalmente fora do livro. Não é à toa que o quinto volume é o pontapé inicial para os adoradores de Delena. Damon tem grande destaque, um incrível destaque por assim dizer, e imaginei se algum dia Kevin Williamson e Julie Plec usarão a ideia de Anoitecer para colocar o personagem totalmente possuído na série televisiva. Seria bem interessante, pois no livro o Salvatore mais velho duela contra os sentimentos direcionados à Elena e aqueles impostos por Shinichi voltados para crueldade pura.

 

Damon é o personagem que dá um up na obra e, pela primeira vez, me senti empolgada com um volume de The Vampire Diaries. Sou muito fã da série, admito. Quando ela foi lançada na televisão comprei os dois primeiros livros para ter uma base e morri de tédio. Não sei se isso aconteceu só comigo, mas me senti dessa forma. Até me sinto culpada com esse pequeno desabafo, mas não sou fã alienada que puxa-saco e que não reconhece quando algo não é esplendoroso. Eu sei quando a coisa está boa ou ruim com relação ao que gosto.

 

Anoitecer é intrigante. Eu consegui ter outro ponto de vista com relação ao ódio imortal de Damon por Stefan e como ele se sente com relação à Elena. Se eu não fosse tão viciada com relação à Stelena, admito que entraria para o time dos Delenas sem pensar duas vezes. Já me disseram que os próximos livros são melhores e mostram a verdadeira essência do relacionamento de Damon e Elena. Quem sabe eles consigam me convencer que poderiam formar um casal interessante, pois na série acho tudo forçado por conta do namoro Nian.

 

Há fãs que gostam do shipper Bonnie e Damon. Se você for um desses, esse é o livro que precisa ser lido às pressas. Eu já simpatizava com o casal e, depois de ter finalizado minha leitura, simpatizei ainda mais. Bonnie é uma graça, sempre foi na verdade. Quando Damon é dócil e se rende ao rosto em formato de coração da ruivinha, ambos protagonizam cenas bem fofas. Eu queria ver isso funcionar na série, fato. Se Damon gosta tanto de trocar de mulher, queria vê-lo duelar consigo mesmo ao sentir carisma pela bruxa que só lhe dá dor de cabeça.

 

Mutt, digo, Matt é um guerrilheiro no livro e isso me fez imaginá-lo na próxima temporada de The Vampire Diaries. Ele defende Elena do começo ao fim das atrocidades de Damon e eu me apaixonei ainda mais por ele. Prefiro ele a Jeremy, confesso! Quero muito que a série volte logo, pois acredito que Matt ainda almeja o pedaço de sonho perfeito como humano, onde a entrada de vampiros não é permitida. Eu também queria muito ver Damon chamando-o de Mutt. Ia ser engraçadíssimo!

 

Eu gostei bastante de Anoitecer, se pudesse leria de novo (leia-se: tempo apertado). O livro entrou para os meus favoritos e isso foi um grande passo.

 

Conselho: quem ainda está no começo da leitura de The Vampire Diaries, tenha força, pois as coisas melhoram. Eu juro que melhoram.

 

Na Estante

Título: Diários do Vampiro – O Retorno: Amanhecer
Autora: L.J. Smith
Páginas: 444
Gênero: Fantasia, YA, Sobrenatural
Editora: Galera Record

Stefs
Postado por:       

       
Aproveite para ler também
Escreva seu comentário antes de ir <3