Menu:
27/dez

O final de 2012 está aí e nada mais justo do que fazer um post para minha amada Katerina Alexandre Graham, ou simplesmente, Kat Graham, que também pertence à lista de inspirações da Random Girl, antes do ano terminar. Assim como Amy Pond, a atriz, cantora, modelo e dançarina é um símbolo puro de aleatoriedade por ser tão talentosa em diferentes tipos de arte. Para quem não conseguiu reconhecê-la, ela dá vida à bruxinha Bonnie Bennett, da minha série tão amada The Vampire Diaries.

 

Minha admiração por ela vai além do seu personagem – que não gosto muito, diga-se de passagem. Todo caso, Kat é uma artista que não tem o reconhecimento que merece. Enquanto o mundo se rende aos pés de Nina Dobrev, eu prefiro ficar na individualidade com a minha pequena Sassy Girl e dar uma de stalker na carreira dela (não me entendam mal, pois adoro a Nininha também. É muito amor!).

 

Podemos dizer que minha amizade com Kat começou assim, quando ela seguiu o Twitter da Random Girl e respondeu minha pergunta no último Live Chat que ela fez com os fãs (o jeito que ela falou meu nome deu vontade de apertá-la). Por ela ser tão dedicada aos fãs, isso aumentou muito mais minha admiração, especialmente por ela realmente responder a galera que curte seu trabalho.

 

Além de ser dotada de tantos talentos, Kat humilha qualquer cidadão por dominar espanhol, francês, hebraico e nosso querido português. Ela também é engajadíssima em causas sociais que envolvem o público LGBT e o projeto  The Water Project.

 

Dando um breve respaldo na carreira dela, Kat começou no meio artístico bem novinha, aos 6 anos, mas foi aos 8 que ela cedeu o rosto a inúmeros comerciais televisivos. Com 15 anos, ela conseguiu a oportunidade de ser dançarina de apoio e já dividiu palco com Missy Elliott, Pharrell e Jamie Foxx. Mas foi como atriz que Kat se encontrou. Ela fez várias pontinhas em séries que os Randoms amam ou amavam, como The O.C, Greek e a antiga Lizzie McGuire.

 

Em 2008, ela participou de Hannah Montana e, no mesmo ano, engatou carreira no cinema. Depois de tantos trabalhos, o mundo teve oportunidade de conhecer essa garota aleatória quando ela entrou para o elenco principal de The Vampire Diaries e, a cada dia, se torna uma figura bem-sucedida. Kat ganhou a atenção por seu talento em atuar, mas faltava uma parte – de tantas – para ela se sentir uma artista completa: a música.

 

A carreira musical de Kat existe desde 2002, mas ela agia na penumbra, como compositora. Em 2007, ela começou a ganhar os holofotes e dividiu os vocais com o rapper Will.i.am nas canções The Donque Song e I Got It From My Mama. Ela ainda embarcou ao lado do The Black Eyed Peas na turnê Black Blue & You para dar um suporte básico. Em 2010, Kat se transformou na Sassy Girl ao debutar o primeiro single chamado Sassy e ainda teve tempo de regravar a música Only Happy When It Rains, do Garbage, que entrou para a trilha sonora de The Vampire Diaries. A série lhe abriu portas e permitiu que outra canção, I Want it All, também entrasse na playlist do seriado.

 

Contudo, Put Your Graffiti on Me é a música tendência da Kat, que faz você querer sair dançando pela casa, se sentir em um videoclipe quando está na rua e não conseguir tirar o refrão repetitivo da cabeça, assim como o batuque marcante. O clipe foi um estouro no Youtube, a canção ocupou o quinto lugar da Billboard americana e se tornou a mais quente das boates da vida.

 

Ainda não ouviu? Vem cá, que a Random te mostra:

 

 

Mesmo que algumas pessoas não gostem da versão atriz de Kat, não há como negar que ela tem presença de palco. Sua carreira musical amadurece aos poucos, então, ainda não dá para exigir muita coisa. Mas ela é simplesmente sensacional. O quanto ela dança me deixa de queixo caído.

 

 

Além de ter todo esse combo, Kat paga de fashionista em eventos, com peças exóticas que, com certeza, muita mulher não teria coragem de usar. Também, não é para menos, sua inspiração no mundo fashion é a britânica Carri Mundane, famosa pela sua marca Cassetteplaya. Eu a acho uma celebridade forte, que tem atitude e não tem nem um pouco de medo de arriscar. A artista deixa muito claro em seu trabalho que adora desafios que a fazem sair da zona de conforto. Ela sim é uma garota que não tem pavor de errar e abraça as oportunidades.

 

Ser atriz poderia ser o suficiente para ela, mas, na minha singela opinião, ela precisa realmente se entregar à música, pois lá reside sua perfeição.

 

Ainda não se rendeu à Kat Graham? Faça isso, pois a sociedade aleatória agradece!

Stefs
Postado por:       

       
Aproveite para ler também
Escreva seu comentário antes de ir <3