Menu:
08/mar

É lindo ser mulher, mesmo com todas as dificuldades e preconceitos da sociedade brasileira. Um homem jamais aguentaria o fardo que suportamos ao longo da vida. Não me refiro apenas a suportar os incômodos da gravidez, por exemplo. Me refiro à paciência de viver em um século onde ainda somos vistas como objeto.

 

Há mulheres e mulheres, assim como há homens e homens, então, não faço desta frase algo generalizado. Há muitos namorados e maridos lindos que amam/respeitam as namoradas e as esposas lindas, independente do momento.

 

Hoje, é Dia Internacional da Mulher. Dia que nasceu por causa de muitas batalhas feministas em busca de melhores condições de trabalho. Os anos se passaram, ganhamos poder, conquistamos cargos ditos de homens, conseguimos salários mais dignos, mas, mesmo assim, ainda não somos vistas com prioridade e respeito, até mesmo no que condiz à lei. Um grupo de mulheres teve que lutar para ser notado em meio a um universo machista que coloca a mulher para esquentar a barriga no fogão e esfriá-la no tanque. E até que conseguimos nosso espaço, mas ainda necessitamos de muitas coisas que ainda não estão ao nosso alcance (como não sofrer encoxadas no transporte público!).

 

A mulher não é perfeita e, grande parte delas, sofre por falta de assistência. Em um ponto de vista geral, algumas não se dão o valor e acham bonito exibir o corpo e esbanjar falsidade. Homens não fogem da ideia de querer uma mulher por sexo, o que ajuda a denegrir a mulher.

 

A mídia também não ajuda e aliena o sexo feminino com modelos que não combinam em nada com a realidade da verdadeira mulher brasileira, aquela que acorda às 4 da manhã para conseguir alimentar os filhos no final do dia, pois é mais vendável sermos vistas como produto.

 

Para a nossa sorte, há aquelas mulheres que amam o que são e há homens que as amam dessa forma. Sim, eles não admitem, mas amam uma garota que lê, que prefere curtir a festa ao invés de se estabanar no meio da balada, que não vê problema algum em passar o final de semana hibernando tendo um filme como companhia, que lhe dá apoio e intervém quando a situação está preta…Sim, mulheres, há homens simplistas no mundo e são esses que costumam nos valorizar de verdade. A nossa parte para conseguir isso? Nos respeitar e nos amar!

 

Não conheço todas as mulheres do mundo para dizer se todas são bem vividas ou não. As poucas que conheço são frágeis e fortes, ao mesmo tempo em que são lutadoras incansáveis e que não desistem da promessa de que há algo maravilhoso guardado para cada uma delas.

 

É para essas mulheres que dedico este post.

 

Minhas mulheres, vocês são lindas. Vocês são mais amadas do que podem imaginar. A frustração é uma praga que sempre nos rendem um desânimo daqueles, mas sabemos que lutar mais um pouco nunca é demais. Vocês sabem dos seus limites e das suas conquistas que fazem o mundo muito mais lindo e feliz por saber que mulheres como vocês existem. E eu sou muito grata por conviver e aprender, todos os dias, com cada uma.

 

Feliz Dia da Mulher! 

Stefs
Postado por:       

       
Aproveite para ler também
Escreva seu comentário antes de ir <3