Menu:
17/abr

The Vampire Diaries retorna amanhã (18/04) de um hiatus de duas semanas e cá estou eu para recapitular para vocês o que aconteceu nos três últimos episódios que foram cruciais para o que está por vir. Entre duas pausas, a série se aproxima do season finale e deu destaque à Elena Gilbert sem a humanidade. Depois de ter perdido Jeremy em uma cena de arrebentar o coração, a personagem ressurgiu das cinzas com um tipo de personalidade que a aponta como a Katherine 2.0. Aproveito e reafirmo mais uma vez que não curti este comportamento extremamente surreal dela. É como resolver tirar a roupa no ponto de ônibus, do nada.

 

Digo isso porque acredito que, uma coisa é Elena sair para morder quem bem entender por estar sem humanidade, outra é magoar as pessoas que realmente a amam, só porque ela acha que tudo é uma questão de divertimento. Estar sem humanidade não a fez esquecer o que os outros fizeram por ela, fim. No meio disso tudo, só chego à conclusão que os sentimentos intensificados da garota são inveja e recalque. Afinal, por quais outros motivos ela ficou tão brava com Caroline e porque ela quis dar uma de sabidinha ao imitar o comportamento de Lexi para seduzir Damon?

 

Confesso que esta temporada não será minha favorita. Os primeiros episódios foram muito bons, por terem focado na transição de Elena, detalhe que parecia que iria funcionar com extrema perfeição, mas que estragou com esse papo de elo e cura, as duas vertentes que sustentam TVD até então. Mesmo que eu esteja completamente desanimada e desencantada com o seriado, ainda não declarei minha desistência. Doa a quem doer!

 

Como esse não é o debate da vez, vamos recordar o que aconteceu nos últimos três episódios de The Vampire Diaries:

 

Bring it On (4×16): Elena aparece sem humanidade e gera dores de cabeça aos Salvatore e passa dos limites com Caroline. A partir deste episódio, a jovem passa a ver a vida como sinônimo de divertimento e faz de tudo para frustrar as pessoas com o lado libertino que pipocou simplesmente do nada. Entre as cenas mimadas da personagem, Klaus e Hayley sensualizaram e Stefan e Caroline só provaram mais uma vez que são perfeitos um para o outro. Este episódio marcou o ponto de partida para a introdução do spin-off dos Originais e a busca de Katherine por causa da cura em Nova Iorque.

 

Because the Night (4×17): fomos levados para NY, mas sem a presença de Serena e Blair. Tivemos revelações incríveis sobre o relacionamento de Lexi e Damon, e descobrimos quais foram os motivos reais que fez o Salvatore matá-la. Elena apareceu de cabelo novo (eu sempre vou mencionar isso, pois adorei) e Damon é enganado pela garota, pois ela rouba as informações que levaria qualquer um ao encalço de Katherine. Rebekah brilhou no começo do episódio, mas caiu no meu conceito ao se aliar à Elena, mesmo que o interesse da aliança fosse apenas a cura. Enquanto isso em Mystic Falls, Caroline gera o terceiro massacre ao ajudar na morte das bruxas e Silas demonstrou para Klaus quem é quem manda no barraco.

 

American Gothic (4×18): Elijah estrelou em um episódio que foi um completo divisor de águas. De um lado, tivemos ele ao lado de Katherine que reapareceu toda linda e diva. O que parecia romântico era conveniência, pois ela só queria ter vantagem para negociar a cura com Klaus em troca da liberdade. Do outro, tivemos Elena e Rebekah completamente aliadas uma com a outra. A santa Gilbert mostrou de novo o quão insuportável é sem sentimentos, sem contar o piti desnecessário sobre não querer a cura. Damon teve o caráter testado pela milésima vez e recebeu a informação épica de que Stefan não quer mais brincar de triângulo amoroso.

 

No final das contas, Elena anuncia a liberdade que tanto quer e os Salvatore chuparam o dedo por não saberem o que fazer com ela. Não podemos nos esquecer de Elijah e Katherine que geraram suspiros e de Rebekah que emocionou com mais um discurso do por que quer ser humana.

 

O que aguardar para os próximos episódios?

 

A caminho do season finale, o que pressinto é que Elena vai ser curada, até porque os Originais sairão de cena para brilharem no spin-off que terá o piloto backdoor no dia 25 de abril em The Vampire Diaries. As suposições são inúmeras quanto o futuro dos personagens, mas o que se pode afirmar com certeza é que Steven R. McQueen voltará como Jeremy, talvez como uma das almas penadas, e Silas ganhou o rosto de um ator desconhecido, Scott Parks (quem tá chateado porque não foi o Alex Pettyfer, bate aqui o/).

 

O episódio desta semana terá aquelas festas lindas que sempre marcam cada temporada e, sem dúvidas, dará mais barraco, pois Elijah está em cena com a cura embaixo do braço. Porém, minha ansiedade está concentrada na semana que vem, onde o episódio de The Originals finalmente irá ao ar.

 

A pergunta que não quer calar: haverá audiência para TVD assim que os Mikaleson saírem de cena? Tenho lá minhas dúvidas, hein?

 

O próximo episódio, Pictures Of You, irá ao ar nesta quinta-feira e a resenha é postada fielmente aos domingos (mas posso postar no sábado, por conta do review de Doctor Who).

Stefs
Postado por:       

       
Aproveite para ler também
Escreva seu comentário antes de ir <3