Menu:
04/jun

Como todos bem sabem, um dos meus maiores vícios é café. De manhã, de tarde ou de noite, qualquer momento é momento para fazer uma pausa linda, com uma caneca cheia de café, seja com pão quente, bolacha ou nada para acompanhar. Basta ter café para me fazer feliz (e chocolate!). Ninguém acredita que sem cafeína pareço um zumbi e fico com cara de maracujá esmagado por causa do mau humor. Sou viciada em café e preciso da minha dose diária, oras. Só para vocês terem ideia, não consigo começar meu trabalho sem minha bebida amada.

 

Sim, isso é real, gente! Não é à toa que só me sinto alguém depois de ingerir café. E não são aquelas xícaras modestas, é um balde como minha mãe costuma dizer.

 

Eu sei que há as amigas de plantão que também curtem um cafezinho e, pensando em mim e nelas, apresento aqui no Random Girl um artista incrível que possui um trabalho muito “difícil”. Ele só faz arte com café. Um verdadeiro dilema, né? O nome dessa pessoa linda é Mike Breach, que faz do ambiente de trabalho um ateliê particular, onde ele desenha na nossa bebida tão amada rostos de personalidades e até mesmo de animais. Breach simplesmente descobriu que tinha vocação para fazer desenhos em xícaras de café. Quer mordomia melhor que essa?

 

Como ele faz isso?

 

Sabe aquele expresso que sai na hora, com aquela espuminha bem bonitinha? É isso que Breach precisa para trabalhar. As figuras perduram por pouco tempo na bebida, mas os clientes conseguem apreciá-las antes de ingerir o café. O artista começou a treinar essa dádiva com rostos, tais como do Mike Tyson, do Michael Jackson, da Hello Kitty e até do nosso amado bruxão Harry Potter. Com o tempo, o artista começou a fazer outros desenhos, como os de lobo, que realmente causam aquela dó de consumir a bebida. A ideia era fazer arte sem compromisso, até ele começar a postar as fotos das obras de arte no Tumblr.

 

Claro que bombou!

 

Breach começou a fazer as experiências na cozinha do hotel que trabalha. Quem disse que não dá para unir o útil ao agradável, né? O artista afirma que os desenhos eram apenas uma forma de fazer piadinha, mas que acarretou no interesse das pessoas e no desejo dele em ter conexão com a clientela. Para não perder a arte, ele mesmo bate as fotos. Vamos conferir algumas?

 

 

O ponto de partida de Breach foi a curiosidade para saber no que dava essa ideia, mas sem se esquecer de que esse tipo de trabalho seria voltado para satisfação pessoal. Ele se dedica, busca a perfeição e faz tudo com gosto próprio. Por meio de uma máquina de expresso, ele só precisa dominar o café e o leite para fazer coisas incríveis, tornando-o um “artista de café”, se é que isso existe.

 

Vai me dizer que não dá vontade de deixar essas xícaras de café de enfeite? Que nada! Para os viciados em café, nem topo com chantilly é problema para impedir que a bebida seja ingerida.

 

Bacana o trabalho dele, né? Fiquem com um vídeo que mostra como Breach trabalha.

 

O vídeo foi hospedado pelo YouTube e pode sair do ar a qualquer momento

Stefs
Postado por:       

       
Aproveite para ler também
Escreva seu comentário antes de ir <3