Menu:
14/jun

Nem todas as histórias de amor duram para sempre, ainda mais no mundo das celebridades. Há algumas que realmente dão certo, mas outras são um romance relâmpago, muitas vezes, sem um pingo de sinceridade. Afinal, vivemos em um mundo do qual a publicidade sempre fala mais alto. Quando o assunto são as séries de TV, que precisam vender para fidelizar um público de qualquer jeito, os canais responsáveis investem em vídeos promocionais, pôsteres, teasers… Porém, isso não é mais o bastante, pois é preciso pensar alto.

 

E para quem sobra? Para os atores que, de maneira surpreendente, até mesmo quando o seriado nem passou da primeira temporada, assumem um relacionamento.

 

Marketing?

 

Lembro-me que o primeiro casal saído de um seriado que torci foi Katie Holmes e Joshua Jackson. Ambos atuaram em Dawson’s Creek, o casal Joey e Pacey, e tiveram um namorico discreto. O relacionamento deles foi tão relâmpago que há pessoas que ainda desacreditam que eles tiveram um momento amorzinho, pois foi algo que não bombou na mídia. Os atores simplesmente se esconderam e o boato se iniciou temporadas depois.

 

Logo em seguida, meu calcanhar de Aquiles foi Adam Brody e Rachel Bilson, que deveriam parar de frescura e voltar a se amar. O relacionamento deles ganhou repercussão por ter nascido durante as gravações de The O.C.. Mais tarde, veio Sophia Bush e Chad Michael Murray que deu em noivado e traição. Após esses três OTPs, o resto para mim é lorota, um marketing gritante que dá apoio às sanguessugas do entretenimento que não se importam com a ideia de expandir falso amor.

 

Digo isso porque, na minha doce época, os casais que trocaram a ficção pela vida real tinham uma cobertura de mídia muito diferente. A começar pela ausência de uma conexão à internet digna. No final da década de 90, não havia essa gama de redes sociais que hoje propiciam a expansão de ideias com um clique. Antes, determinados assuntos não eram replicados em excesso, a internet era discada, nem todo mundo acessava e vivíamos em suspense na hora de carregar até mesmo uma foto. Quem viveu essa época sabe. Agora, é muito fácil engajar qualquer notícia pela rede.

 

Hoje, quando vejo um casal que, do nada, assumiu o namoro, torço o nariz. É muito instalove para o meu gosto. Culpo a internet por desgastar tanto as personalidades, o que perde a graça e o interesse. Em meio à modernidade e à influência das ferramentas online, quem teve a visibilidade saturada, por exemplo, foi Kristen Stewart e Robert Pattinson, um casal que nunca me inspirou confiança. So, sorry haters! Depois da suposta traição da KStew, justamente em um período em que a saga Twilight nos cinemas chegava ao fim, minha crença do amor publicitário só aumentou.

 

Ok! O que eles tiveram pode ter sido honesto, não sei, não posso julgar, né? Mas Robsten nunca me transmitiu aquela sensação de amor genuíno. Tudo bem que ambos são antipáticos diante dos paparazzi e eles não eram obrigados a se lamberem em público. Contudo, persisto na tese de jogadinha de marketing, porque tudo o que os rodeou era muito estratégico.

 

Na vida há exceções. Eu achei que não torceria mais para um casal do mundo do entretenimento até Ian Somerhalder e Nina Dobrev assumirem o namoro. Admito que ambos me deixaram com a pulga atrás da orelha, porque os atores começaram a ficar juntos, oficialmente, ao longo do final da segunda para a terceira temporada de The Vampire Diaries, cuja trama foi marcada pela ausência de Stefan e pelo destaque de Damon. Sendo assim, o shipper Delena começava a ganhar poder. Quando Ian e Nina saíram por detrás das cortinas, apontei e falei: é marketing.

 

Eu sou muito desconfiada. Isso justifica meu comportamento seco quanto à notícia de que Ian namorava Nina, ainda mais quando a atriz se mostrou relutante a “ter algo mais” com alguém do trabalho. Eu fui bem malcriada ao ler, um tempo depois, a afirmação dela de que essas coisas não têm como controlar (não me lembro das palavras exatas).

 

O casal conhecido como Nian (junção de Nina com Ian) estampou muitas revistas e gerou muita curiosidade quanto ao suposto relacionamento, cujo bafafá começou em 2009, na CW Upfronts (a primeira do trio de protagonistas de TVD). Nina e Ian não afirmavam e nem desmentiam o fato, mas o chamego entre eles era bem forte, como todo mundo viu no aniversário da Nina nessa época e nos bastidores de The Vampire Diaries. A mídia se concentrou no new couple e os perseguiu na tentativa de ter o registro perfeito que afirmasse que Nian era real.

 

 

Em premiações dava para suspeitar que rolava algo entre eles, mas a exata confirmação demorou certo tempo para surgir. Em 2010, os rumores ganharam força na aparição de ambos no aeroporto LAX, pois eles foram fotografados em meio a uma troca de beijo na bochecha com uma proximidade e intimidade tão grandes que alteou algumas sobrancelhas.

 

Nina sempre foi muito discreta e Ian nem se fala. Porém, conforme o boato do relacionamento crescia, eles começaram a aparecer juntos com mais frequência. Além do encontro no aeroporto, a saidinha para assistir ao jogo de basquete do L.A. Lakers versus Phoenix Suns deu o que falar. Eles trocaram risadas e sussurros, o que deu a entender que, ao menos, flertavam.

 

Os meses se passaram e quem torcia por Nian se contentava com fotos que não diziam nada (ou seja, não havia beijo público). Ambos saiam juntos, trocavam tweets e até levaram as mães para curtir uma viagem na França. O namoro existia, mas precisava de provas. IBAGENS como diria o melhor jornalista do Brasil, o mestre Datena (#mentira).

 

 

Esse algo mais veio no Coachella, o festival que é um perfeito paraíso de encontro entre as celebridades. Ian e Nina ficaram na companhia de Joshua Jackson e Diane Kruger, e esbanjaram sorrisos e abraços. O sonhado beijo foi fotografado e, claro, arrancou muitos suspiros. Eu me lembro de que fiquei horas olhando a foto, com a maior cara de tonta, pois estava rendida ao meu novo OTP formado por celebs.

 

O tratamento entre eles nas redes sociais me fez ver que Nian era um casal que valia a pena torcer. Ambos não precisavam dizer que se amavam ao vivo, mas Ian sempre foi um fofo com a namorada, sempre compartilhava os trabalhos dela no Twitter e não economizava nos elogios. Nina fazia o mesmo e vangloriava o lado ativista do namorado, um detalhe que ela se engajou e apoiou no decorrer do relacionamento.

 

Além disso, eles eram superfamília, o que reforçou os boatos de um possível casório.

 

O fim de Nian

 

 

Este ano foi diferente, pois Nina e Ian terminaram. Foi algo meio inesperado, pois, dias antes dessa “revelação”, o ator havia confirmado que ainda tinha namorada e fotos bem fofas de ambos cuidando do Moke bombaram na Web. De uma hora para a outra, eles simplesmente não estavam mais juntos e se mantiveram, e ainda se mantêm, em silêncio sobre o assunto. Sem afirmar ou desmentir.

 

É verdade que Nian formou um casal exemplar. De acordo com muitos sites gringos, o término se deu porque Ian pediu (de novo?) Nina em casamento. E ela negou.

 

Agora, vocês devem se perguntar como Nina foi capaz de recusar o pedido de casamento de um homem tão perfeito. Óh!!!

 

Vamos começar pela diferença de idade. Isso pode ser um fator desconsiderável se você for a Ana Maria Braga ou a Suzana Vieira. No caso de Nian, a garota queria trabalhar ao invés de casar. Dou-todo-apoio! Ela é jovem, tem muito que aprender. Não é porque Ian Somerhalder a pediu em casamento que a atriz tinha a obrigação de deixar as prioridades de lado e aceitar. Se eles se amam de verdade, é aquele velho assunto de que o sentimento tudo espera e tudo suporta.

 

Se essa foi a real motivação do término é bom relembrar que não é a primeira vez que pipoca o pedido de Ian para subir ao altar com Nina. Dessa vez, o não foi definitivo. Ela está no auge da carreira e, dar uma negativa, mostrou certa maturidade. Meio mundo sabe que casamento é algo tão sério quanto manter a estabilidade profissional, pois também requer sacrifícios, dedicação, entre outros fatores. Nina preferiu a carreira.

 

‘Tá certo! Não é tão simples aceitar um pedido desses, por mais que seja do Ian Somerhalder.

 

Para quem ainda tinha dúvidas, o fim até que se confirmou na CW Upfronts deste ano (irônico, não?). Nina estava desconfortável. Basta ver as fotos. Dizem que ela se emocionou ao conversar com Ian durante o evento. Quando a notícia do adeus a Nian bateu de frente comigo, não acreditei e é fácil não acreditar, pois ambos não removeram oficialmente o status de “relacionamento sério”. Contudo, a distância entre eles, o fato de Nina ter curtido férias soltinha da silva e Ian ter parado de fazer referências à namorada nas redes sociais, servem de respaldo para confirmar que Nina e Ian não estão mais juntos.

 

Eu serei uma das pessoas que sentirá falta de Nian, sem dúvidas. Gostava muito da dinâmica do casal, da maneira como eles se apoiavam e de como pareciam se gostar de verdade.

 

Foi bonito enquanto durou. #chatiada

Stefs
Postado por:       

       
Aproveite para ler também
Escreva seu comentário antes de ir <3