Menu:
16/dez

Eis que mais um ano está no fim, hein? Mal posso acreditar que consegui manter este blog por tanto tempo, pois adoro deletar projetos que inicio com a mesma facilidade que tiro roupas que não gosto do guarda-roupa. Simples, desse jeito. Muitas coisas aconteceram durante 365 dias, algumas mais agitadas que outras, outras mais alegres/tristes também. Faz parte da vida!

 

No final de 2012, tinha colocado como projeto do Random Girl a seguinte frase: encontre sua inspiração. Era uma mensagem que serviu de lembrete para mim, como também era uma espécie de objetivo em fazer com que as pessoas que visitassem essa casinha também se sentissem inspiradas. Os poucos comentários que recebo são mais que suficientes, pois simbolizam que fiz algo certo este ano, por mais que eu ache o blog completamente errado.

 

O que aconteceu, além da inspiração, é que abracei com mais força tudo aquilo que gosto de fazer e este projeto estava incluso, da mesma forma que minhas viagens na maionese cujas páginas e mais páginas do Word recebem o nome de We Project.

 

Escrever. Essa foi a parte mais inspiracional do meu ano.

 

Encontre sua inspiração. Foi isso que deixei no header do Facebook até o aniversário do blog, como também fiz um post no ano passado para tornar a ideia mais real. Mesmo com tantas intempéries, estou satisfeita com 2013, pois, além de escrever, eu curti muitas oportunidades que me foram dadas, como ver aquele povo feio do elenco de The Vampire Diaries sem pagar nada. Sem contar que sinto que amadureci demais escrevendo, algo sempre muito bom para quem ama se desesperar e deletar tudo por achar que está ruim.

 

Foram pequenas coisas que conquistei ao longo deste ano com o blog e com o WP, dois pontos que me mantiveram inspirada e que me fizeram sobreviver aos altos e baixos de mais uma temporada da minha vida que chega a mais um season finale. Para fechar o ano do Random Girl, eu não poderia ter escolhido tema melhor senão inspiração. As postagens do blog durante esta semana – e um pouquinho da próxima – terão esta temática e eu terei a ajuda de pessoas muito queridas que toparam escrever sobre suas fontes de inspiração.

 

Hoje, começo com uma das minhas partes favoritas: quotes. E, melhor, quotes musicais!

 

Já comentei aqui no blog que a música faz bem para o coração, bem como ela é responsável por marcar muitos momentos da nossa vida, seja de tristeza ou de alegria. Quem é que nunca colocou a mesma música para repetir e morreu de tanto chorar? Todo mundo tem seu hino musical particular e o livro Don’t Eat The Yellow Snow – Pop Music Wisdom, assinado pelo designer Marcus Kraft, reúne os melhores trechos de música que foram populares dos últimos 50 anos, do pop ao folk, para servir como um apunhado de conselhos inspiracionais para todo mundo.

 

Eric Idle

 

Beastie Boys

 

The Rolling Stones

 

Depeche Mode

 

Aretha Franklin

 

Elvis Presley

 

John Lennon

 

The Cure

 

Nas páginas do livro contêm o título de cada música, a citação e um índice para encontrar o artista. No total, são 250 quotes musicais de puro amor. A maioria das canções escolhidas por Kraft foi justamente aquelas para ajudar em dificuldades pessoais, desde The Beatles até Sting.

 

É um bom título para manter ao lado da cabeceira para ter uma fonte de inspiração constante. Infelizmente, o livro não chegou por aqui, mas, quem quiser investir, é só ir lá no amigo Amazon e ser feliz.

 

Para mais informações: Marcus Kraft.

 

PS: esta semana de inspiração está apenas começando <3

Stefs
Postado por:       

       
Aproveite para ler também
Escreva seu comentário antes de ir <3
  • heyrandomgirl

    Hahaha eu tbm me interessei muito por este livro, mas ultimamente tenho investido em tão pouco pq senão gasto mais do que tenho e nem posso me dar ao luxo Hahahaahah Mas, com certeza, deve ser um livro belíssimo pra guardar de recordação <3

  • Isis Renata

    esse lindo nem deve ser a pura delícia
    quem ama música sabe, aliás, quem em algum momento neste mundo pode não gostar de música?
    e quote vem como luva para marcar o que a música tem de melhor, ou seja, sua letra. (claro que melodia sempre ajuda rs)

    fiquei com vontade deste livro.
    sou dessas que amo frase efeito. mas no caso frases não longas, nem muito moralistas, talvez cheias de mimimi mesmo HAHAHAHA

    como lidar com essa maria mole toda?
    :*

    ps. lembrando aqui que amei fazer parte dessa inspiração toda na semana dos posts
    foi lindo inspirar e ser inspirada ♥