Menu:
26/fev

O Oscar está quase aí e nada mais bacana do que falar um pouco da maquiagem do filme Clube de Compras Dallas. Acredito que muitas pessoas tenham ficado bem chocadas com a transformação do Matthew McConaughey e do Jared Leto, especialmente por causa da magreza. Ambos estão totalmente irreconhecíveis no longa, um belíssimo sinal do quanto os atores se comprometeram ao encarnar Ron e Rayon – respectivamente. Não é à toa que além de concorrer nas principais categorias do Oscar, o filme ainda está incluso na lista daqueles que brigam pelo reconhecimento da Academia por Melhor Maquiagem.

 

Para quem não sabe, Dallas foi filmado em curto espaço de tempo e a equipe inteira teve que fazer muitos milagres. Isso valeu para os atores também que tiveram que manter o ritmo de emagrecimento conforme a luta contra a AIDS de seus personagens ganhava mais peso na trama.

 

Robin Mathews e Adruitha Lee são as donas das mãos mágicas que ajudaram a mudar o visual de Matthew e de Jared. Ambas também fizeram parte do grupo daqueles que brigaram contra o tempo para realizar um ótimo trabalho com o que tinham em mãos. Clube de Compras Dallas ainda contou com um investimento baixo e as maquiadoras dependeram de muitas pesquisas. A sorte delas é que Ron e Rayon são os personagens aidéticos que ganharam o foco da câmera, sem abrir oportunidade para outros secundários, o que facilitou bem de leve na hora de compor a maquiagem. Ron não precisou de tantas mudanças quanto Rayon, cujas inspirações para o transexual chegaram até a arte pop de Andy Warhol.

 

Por mais que os personagens não apresentem as mesmas características físicas, as maquiadoras seguiram caminhos semelhantes na hora de compor a maquiagem de Ron e de Rayon. A perda de peso foi mérito dos atores, algo muito perceptível no decorrer de Clube de Compras Dallas por se tratar do ponto central que chamaria a atenção para a Aids. Porém, os rostos pálidos e com feridas foi uma conquista e tanto das maquiadoras, especialmente na hora de transformar Jared na transexual. Rayon via a beleza como a parte essencial do seu estado, um disfarce para maquiar, literalmente, o que realmente acontecia.

 

Para não comer bola, Robin conversou com muitos médicos sobre Aids para desenvolver uma maquiagem que refletisse a doença nas feições dos personagens. A magreza não era o bastante, pois o vírus também compromete o estado da pele. O segredo do rosto escamoso de Ron e Rayon é bem interessante: usou-se base misturada com diversos produtos para deixar os atores pálidos, com a pele seca e apática. Para as marcas no rosto, que ficam mais evidentes no final do filme, papa de milho junto com cereal foram as sacadas das maquiadoras.

 

Compondo Rayon

 

Maquiagem-Rayon

A moça bonita de Jared Leto deu um pouco de trabalho. Não é à toa que ele acordava às 5 da matina para ficar pronto e ele mesmo decidiu depilar o corpo todo. A inspiração para o transexual veio dos anos 60, pois se supôs que a mãe dele foi a sua primeira influencia feminina. Twiggy, Brigitte Bardot e a personagem Endora da série Bewitched serviram para montar a maquiagem e o cabelo de Rayon.

 

Robin ainda buscou referências com Andy Warhol, cujas fotos usadas para compor a maquiagem foram as de Jane Forth, que conferiu o estilo pink da primeira aparição do personagem no filme, e Dolly Parton que influenciou na cena em que ele está sentado no banquinho com os enormes óculos de sol e os cabelos cacheados ao vento. Robin teve o benefício de conhecer muitos transgêneros e drag queens que ajudaram a moldar o visual de Jared, onde até o detalhe de perder uma unha postiça foi pensado.

 

Ao assistir ao filme, parece que a maquiagem foi algo muito simples de fazer, mas Robin e Adruitha não tiveram tempo de pensar em algo mais elaborado. O que as salvou foram as pesquisas para maquiar os atores de maneira que convencessem o quanto os personagens estão doentes em curto espaço de tempo. Sem contar que elas tiveram outro inimigo, a gravação sem sequência que fez o trabalho ser dobrado por terem que mudar a aparência dos atores conforme a necessidade do roteiro, por vezes, no mesmo dia. Um desafio e tanto, não?

 

Para quem ainda não assistiu Clube de Compras Dallas, saiba que ele já chegou aos cinemas nacionais e é completamente imperdível. Ele é meu favorito do Oscar, espero que abocanhe os prêmios principais, pois dá orgulho de ver um trabalho que até mesmo os atores não hesitaram em fazer as transformações necessárias para encarnar os personagens. Gosto de pensar que Matthew levará o homenzinho dourado de Melhor Ator (sorry, Leo!) e Jared de Melhor Ator Coadjuvante. Ao menos, estarei na torcida!

 

Fonte: The Carpet Bagger

Stefs
Postado por:       

       
Aproveite para ler também
Escreva seu comentário antes de ir <3
  • heyrandomgirl

    Jarolda precisa arrasar na maquiagem hoje tbm. Daria o mundo se ele chegasse de Rayon na premiação Hahahahaha Como ele tá todo soltinho e sendo troll, seria master digno Hahahahaha

    Matthew e Jared merecem esse Oscar, pelo amor de Deus. Usar cereal na cara não é pra qualquer um Hahahahahahaha

  • Isis Renata

    um trabalho bem feito é outra história mesmo! ainda mais quando se luta contra tempo e falta de money.
    não vi o movie e não sei se conseguirei ver até a premiação (espero que sim rs).
    JAROLDA hahaha ai que ba-da-lo este homem minha gente 😀

    maquiagem é o tcham disto, fala sério.

    beijocas sua linda