Menu:
18/jul

17. Filme Favorito.

 

Eu tenho um carinho muito especial por Harry Potter e a Câmara Secreta por incontáveis motivos: foi o primeiro livro que li e o primeiro filme que vi. Como contei no 1º dia do Desafio (nem acredito que já estamos no 17), minha melhor amiga e eu bolamos um plano para sairmos da aula mais cedo e conferi-lo (de um jeito mágico, o professor foi um amor e liberou a gente). Câmara também marcou por eu ter levado minha irmã pela 1ª vez ao cinema e por ter sido o responsável de eu ter ganhado meu 1º aparelho de DVD. Lembro-me que comprei o filme nessa versão, pois não achava de forma alguma em VHS. Tive que esperar meses para estreá-lo. Quando o fiz, pareceu que era Natal.

 

Além disso, Câmara Secreta possui uma trama instigante, com nuances sombrias na medida certa. O drama em torno do lar do Basilisco ficou envolvente como acontece no livro. Para um currículo como o do Columbus, a adaptação foi de surpreender, pois assumir a direção de uma franquia não é para qualquer diretor. Ainda mais Harry Potter que sempre exigiu efeitos visuais. Ele mandou bem na medida do possível, bem como todos os envolvidos.

 

Mesmo com todo esse amor, meu filme favorito é Harry Potter e as Relíquias da Morte. O gosto agridoce de ter participado de um funeral marcou muito, tanto na leitura, como no cinema. O luto foi longo demais. Acho que esse é o filme que não chegarei perto tão cedo. É engraçado chegar aqui e notar que minhas adaptações favoritas são justamente aquelas que abriram e concluíram meio passeio no universo Potter. Relíquias da Morte tem o peso que já citei aqui no blog (Marotos, claro), a cena maravilhosa Harmony na tenda, o passado do Snape com a Lily e a trilha sonora. Eu morri e voltei junto com o Harry. Não foi fácil.

 

Eu queria muito falar mais dos filmes, mas os ignorei depois do fim. Ainda não tive coragem de assisti-los de novo. É como se eu ainda estivesse traumatizada. O máximo que me aproximei da saga nos últimos tempos foi com o 1º livro, mas nem terminei de relê-lo. Não me senti confortável com tanto flashback. Acho que preciso reunir toda a coragem do mundo para tocar em qualquer coisa que envolve HP e eu quero me sentir emocionalmente segura para fizer isso.

 

Amanhã o desafio continua com a seguinte questão: qual filme/cena tirou você do sério por não estar de acordo com os livros?

Stefs
Postado por:       

       
Aproveite para ler também
Escreva seu comentário antes de ir <3