Menu:
23/jul

22. Dois atores do elenco.

 

Eu já estou ficando cansada de refletir sobre esse desafio porque sempre fico no aperto, socorro! É difícil demais ter que escolher apenas dois atores, pois nada mais perfeito, incrível e sensacional que o cast todo de Harry Potter. Como ser justa?

 

Meu primeiro voto vai para Maggie Smith. Eu não poderia ter imaginado uma Minerva melhor e acho que a atriz poderia viver para sempre trajada como professora de Transfiguração. Minha admiração só aumentou durante a luta dela contra o câncer, o que não a impediu de continuar nos sets de gravação, toda linda e rainha. Maggie é uma mulher muito dedicada e destemida. Ela é total perfeição. Ela é total força. Quando essa notícia pipocou, fiquei tensa porque não conseguiria aceitar mais uma mudança brusca no elenco de Harry Potter. Seria chocante demais e uma perda tremenda, não só para a saga, mas para o mundo das artes. Eu tenho muito orgulho do empenho e da energia da Maggie, até mesmo quando estava doente, toda empenhada em dar o seu melhor.

 

O segundo voto (nem deveria colocar desse jeito, pois esse ator compete com a Maggie no pódio) pertence ao Alan Rickman. Rowling foi um gênio ao contar a ele o futuro do Snape, uma investida que o fez aceitar o papel. Era fato que o peso da franquia marcaria para sempre qualquer um que embarcasse no universo Potter e nada mais justo que ser lembrado por um bom personagem (no caso do Alan, um personagem maravilhoso). Ao longo dos 8 filmes, ele comprovou que é um excelente ator (de novo), detentor de uma versatilidade de se ficar chocado. Sua pessoa sempre ficou presa em romances britânicos ou bancando o cavalheiro de damas desoladas (ele foi minha paixonite em Razão e Sensibilidade). Do nada, abraçou o professor que não tinha nada de romântico, tinha pinta de vilão e não era nem um pouco fã de donzelas desfavorecidas. Alan assumiu o meu personagem favorito com uma excelência que aqueceu meu coração.

 

Eu tenho orgulho da Maggie e do Alan. Ambos deram o melhor aos respectivos personagens. Aproveito para fazer um adendo muito importante sobre o Rupert Grint que me ajudou a tolerar o Rony nas adaptações. Quem também me surpreendeu ao longo dos anos foi a Emma, lógico, pois a achava uma Hermione irritante ao extremo. Nada como um amadurecimento, não é? Também deixo meu amor por Jason Isaacs e Helen McCrory, meu eterno casal Malfoy.

 

Amanhã o desafio continua com a seguinte questão: Era dos Fundadores, Era dos Marotos, Era Potter, Era Pós-Potter?

Stefs
Postado por:       

       
Aproveite para ler também
Escreva seu comentário antes de ir <3