Menu:
21/jul

Um dos meus maiores sonhos de consumo é uma máquina de escrever. Enquanto esse dia de glória não chega, basta morrer de inveja com os meus achados por aí. Hoje, trago para vocês o trabalho de Keira Rathbone que, claro, faz boa arte tendo como base esse item encantador que faz meu coração bater forte só de pensar. O que a artista faz me cativou à primeira vista, pois o objeto se tornou um meio não para escrever, mas para desenhar.

 

O alfabeto da máquina de escrever é a ferramenta principal do trabalho de Rathbone que também encontra muita inspiração na música. Não é à toa que a artista pode ser encontrada perdida em algum canto do Reino Unido, sentada, na companhia dos artefatos de trabalho, prontinha para criar um novo desenho. Vejam que lindezas:

 

                          

 

O objetivo de Rathbone é transparecer a vida em cada imagem. Ela captura a essência de uma cena e a transporta para a máquina de escrever. Todos os desenhos lembram rascunhos feitos a lápis por causa dos traços descoordenados e da leveza do grafite. Com apenas alguns ajustes nos símbolos e nos números, a magia acontece. Olhem só que coisa mais incrível:

 

 

Para saber mais: Keira Rathbone

Stefs
Postado por:       

       
Aproveite para ler também
Escreva seu comentário antes de ir <3
  • heyrandomgirl

    Não é? Vai eu fazer uma coisa dessa….Quebro a máquina, mas não faço o desenho hahahahaah

  • Mônica Oliveira

    Mas tem gente que nasceu pra brilhar mesmo, né? Não tem jeito!