Menu:
03/set

Sabe aquele livro que você se apaixona a cada virar de página? Aquele livro que dispensa qualquer comentário ou resenha? Eu Me Chamo Antônio é desse jeito, dono de um molde para ser apreciado e degustado. Palavra por palavra, é fato que cada leitor tem uma experiência diferente ao entrar em contato com esse apunhado de frases que nasceram em 2012, no Café Lamas, no RJ. Foi lá que Pedro Gabriel rabiscou o seu primeiro guardanapo e assim que ele – e tanto outros – migrou para o Facebook, o sucesso desse redator publicitário foi garantido.

 

O que Pedro Gabriel usou para dar vida a esse trabalho incrível foi uma caneta esferográfica e um guardanapo. Antônio é seu alter ego e é ele quem se abre sobre encontros, desencontros, encantamentos, dores e perdas em versos curtos e simples que mexem com o coração.

 

Eis minhas páginas favoritas.

 

Eu poderia fotografar o livro todo, mas estragaria a mágica, né? Adianto que as páginas que possuem ilustrações são as minhas favoritas. Acreditem: é muito amor para pouco guardanapo. É impossível não mergulhar nesse pequeno pedaço de poesia. É um vício tremendo folheá-lo.

 

Para saber mais: Eu Me Chamo Antônio

 

Na Prateleira

Título: Eu Me Chamo Antônio
Autor: Pedro Gabrel
Páginas: 192
Editora: Intrínseca

Stefs
Postado por:       

       
Aproveite para ler também
Escreva seu comentário antes de ir <3
  • heyrandomgirl

    Ahhh eu tenho o Pó de Lua *_* É uma graça tbm, adoro as mensagens da Clarice <3 E o livro é tão trabalhadinho, colorido, ao contrário do Sr. Antônio que pega mais nas cores escuras. Só sei que amo livro de insights, acho um máximo <3

  • Isis Renata

    uma graça mesmo
    na mesma linha dele, tem minha musa Clarice Freire que lançou Pó de Lua recentemente. cheio de amor, poesia e desenhos ♥
    já me encantava com ela no face, e o livro só aumenta o amor.

    Eu, sou fã de frases, poemas etc. E acho lindo jogo de palavras.
    Quem sabe eu veja mais sobre o Antônio 😉