Menu:
28/jan

Hoje é aniversário da obra mais querida de Jane Austen, Orgulho e Preconceito, que assopra 202 velas. Vamos combinar que não é todo livro que é eternizado, de forma a ser celebrado todos os anos, meses e dias. Especialmente quando a escritora passou anos no anonimato.

 

Em algum momento falarei do livro aqui no blog – o que requererá uma releitura básica. Por enquanto, darei motivos para que vocês conheçam um pouco mais desse universo, com sugestões de adaptações dessa obra.

 

Vamos?

 

Orgulho e Preconceito (1940)

 

Muitos fãs de Austen não hesitam em dizer que esta é a adaptação das adaptações, e que nem chega perto da versão de 2005 com Keira Knightley. Até que tenho que concordar. É um clássico!

 

Orgulho e Preconceito (1980)

 

Série de TV produzida pela BBC com 5 episódios. Essa foi uma de várias adaptações produzidas pelo canal britânico, inspirada nesse romance de Austen.

 

Orgulho e Preconceito (1995)

 

Outra série da BBC, só que mais reconhecida e aclamada pela crítica. É um clássico que não pode ser ignorado, especialmente quando Colin Firth é o Mr. Darcy e quando esse Mr. Darcy tem uma cena de camisa molhada. Esse foi o trabalho que alavancou a carreira do ator e que consagrou Jennifer Ehle que ganhou o BAFTA de Melhor Atriz.

 

Bride e Prejudice (2004)

 

Essa é uma informação inédita que queria compartilhar com vocês, pois não sabia da existência de uma adaptação diretamente de Bollywood. A premissa é a mesma: a mãe quer encontrar um marido ideal para as filhas solteiras. O nome Darcy é mantido, como manda as regras. Admito que fiquei curiosa para assistir.

 

Orgulho e Preconceito (2005)

 

É aquela adaptação terrível com a Keira Knightley, que foi indicada ao Oscar de Melhor Atriz por esse trabalho com apenas 20 anos. Acho que dispensa qualquer comentário, certo?

 

The Lizzie Bennet Diaries (2013)

 

Ideia de Hank Green que se tornou uma websérie de 100 episódios, com duração de 3 a 5 minutos (há um pouco mais devido aos extras e aos spin-offs). A história de Orgulho e Preconceito foi modernizada, e traz Lizzie Bennet como uma vloguer. É um enredo fresquinho em comparação a tudo que já foi feito com base nessa obra, e não tem como não se apegar ao ponto de lamentar quando chega o último episódio.

 

Menções Honrosas

 

O Diário de Bridget Jones

 

Não é bem um filme sobre Orgulho e Preconceito, mas faz ótimas referências. Bridget é uma mulher de mais de 30 anos, solteira e sem um pingo de estilo. A situação muda quando conhece Mark Darcy e o Daniel Cleaver, interpretados respectivamente por Colin Firth (eterno Darcy!) e Hugh Grant (que atuou em outra adaptação de um livro de Austen, Razão e Sensibilidade). Vale muito, muito, muito assistir! Faz parte da minha lista de favoritos.

 

Mensagem para Você

 

Lembro-me que assisti a esse filme quando era adolescente, em VHS, e fiquei encantada com as trocas de mensagens online. Nos anos 90, o Orkut estava longe de nascer. O negócio era o chat da AOL ou ICQ, minha gente, nada das mordomias de hoje. Quem está no filme é Meg Ryan e Tom Hanks (atores que, com o tempo, descobri que não aguento olhar por mais de 10 minutos), cujos personagens se odeiam na vida real, mas se adoram no mundo virtual. O filme traz referências de Orgulho e Preconceito, o livro preferido de Kathleen, personagem de Ryan. Só indico esse filme porque é uma comédia muito gostosa de assistir.

 

Bônus: Orgulho e Preconceito e Zumbis

 

É um livro em que Jane Austen foi creditada (sem saber disso) e contará com uma adaptação. Sinceramente, não sei se fico feliz, pois sou contra a mexer com os clássicos. Não li, então, não posso julgar muito. De acordo com algumas sinopses, a premissa original é mantida, mas com o acréscimo de mortos-vivos. Essa ideia fez sucesso, o que inspirou Razão e Sensibilidade e Monstros Marinhos.

 

Orgulho e Preconceito e Zumbis foi publicado pela editora Intrínseca e vocês podem ler um trecho aqui.

 

Todos prontos para ter uma ressaca de Orgulho e Preconceito? #HappyBirthday

Stefs
Postado por:       

       
Aproveite para ler também
Escreva seu comentário antes de ir <3
  • heyrandomgirl

    Pior que se vc der uma vasculhada, há mais dois posts antigos sobre O&P aqui. Tentei resgatá-los, mas a semana passada foi tão trash que desacreditei.

    Alguéééémmm que confio assistiu ao filme de Bollywood. Verei. Apesar que já parece mto engraçado pelas fotos Hahahahaha

    Pois compareça na vida de Jones, porque é só amor <33333

    Não somos posers, mammy. Uma hora seremos experts no assunto Hahahah

    Beijossss! <3

    PS: Gente, eu não consegui aceitar os Zumbis no meio da Lizzie e do Darcy. Isso porque nem peguei o bendito para ler. Acho uma afronta ahhaahahahaha

  • heyrandomgirl

    Hahahaha eu não sou mto chegada a esses atores. Mais da Meg que o Hanks. No caso dele, o filme tem que ser 100% amazing ou abandono fácil, fácil.

    POIS SÓ VOLTE AQUI QUANDO LER! HAHAHAAHAHAHAH

    Beijossss!

  • Thuany Ramella

    Um adendo: o Bruno começou a ler "Orgulho e Preconceito e Zumbis" e vive me infernizando que é melhor que a versão original ¬¬
    Depois que eu bato, sou a errada! hahahahahaha

  • Thuany Ramella

    É tão lindo ver um post dedicado única e exclusivamente ao meu romance favorito!

    Das adaptações mencionadas vi a da 2005 com a diva Keira (*-*), The Lizzie Bennet Diaries – que é sensacional!! vi em poucos dias -, e a versão de bollywood, Bride and Prejudice, é muito legal mammy, assista! É um musical que se passa na Índia, então você rirá bastante! E adivinha quem está no elenco? Nosso querido Elijah!

    Confesso que nunca vi e nem li "O Diário de Bridget Jones", mas está na lista hahahaha

    OBS: De 6 adaptações do livro já vi 3, então não sou tão poser assim! HAHAHAHAHHAHA

    Beijos mammy

  • Thuany Ramella

    Acertou Renata, estou amando!!! *-* hahaha ♥

  • Isis Renata

    Hello!

    Sabe que você colocando em palavras, tenho que concordar que os atores de Mensagem pra você são fofos para este filme e just! hehehe
    Ganhei o livro de amigo secreto, no nosso amigo livro do ano passado e está lá para que eu cumpra a tarefa de ler.
    Também comecei a ver razão e sensibilidade e preciso terminar. um pouco lento as coisas, necessita paciência

    amo/sou bridget jones, pelo simples fato que muitas coisas sou parecida com ela xD

    tá bem Jane seu blog, Thuany deve estar amando 😀
    beijo beijos