Menu:
15/fev

Nunca é tarde demais para viver a maior aventura da nossa vida

 

A Mais Pura Verdade é o primeiro livro de Dan Gemeinhart que incita, pouco a pouco, um turbilhão de emoções. Quando olhei para a capa, a primeira coisa que me chamou a atenção foi uma parte do pequeno review assinado por Holly Goldberg Sloan: vai fazer você querer abraçar bem forte o protagonista.

 

É a mais pura verdade! Em apenas 6 capítulos da amostra cedida pela editora Novo Conceito, dá vontade de pegar o protagonista nos braços e protegê-lo.

 

A história gira em torno de Mark, uma criança que tem uma doença grave. Dentre suas coisas favoritas estão o cachorro Beau, a melhor amiga Jessie, a máquina fotográfica e a adoração em escrever poemas no estilo haicai. O enredo não demora a entregar o que virá a ser uma grande aventura: o personagem larga tudo, sem olhar para trás e nem avisar os pais, para escalar sua montanha favorita, a Monte Rainer. Claro, na companhia do fiel Beau.

 

A atitude logo soa como uma fuga e os pais não demoram a acionar a polícia. Porém, Mark sai na frente e consegue sair do radar e fica a pergunta: até quando essa tramoia durará?

 

Embora tenha doses de suspense e de drama, A Mais Pura Verdade não deixa de ser uma aventura que se norteia pelo desejo que todo mundo deve ter tido uma vez na vida: fugir de casa. Especialmente para contornar algum problema. No caso deste livro, a atitude tem um gostinho a mais, o de provação. Mark quer chegar até o topo da montanha não por um ato de desobediência ou por revolta, mas para mostrar que ainda é capaz de viver sua vida. Que ainda é capaz de ir longe para ter uma vida plena independente do seu diagnóstico.

 

Sabiamente, Gemeinhart omite pontos-chave da trama, o que acarreta certo peso emocional. Não sabemos logo de cara o que Mark tem. A informação é dada em migalhas. Essa comichão de saber qual é o real problema do protagonista me fez virar as páginas enlouquecidamente – e ainda fiquei meio que no vácuo. Mesmo assim, fiquei tensa e preocupada. Você o vê capotar nos apuros que a vida lhe coloca no caminho e que uma criança nunca está preparada para enfrentar. Sem contar os desconfortos físicos. Esse suspense instiga, pois o coração fica pequeno e os olhos em alarde, temendo o que pode acontecer em seguida com Mark e Beau.

 

Narrado em primeira pessoa, Mark agrada até mesmo quando lança suas puras verdades – que são afirmações honestas de uma criança que tenta a todo custo ser forte. Ele é cativante e nos segura em cada passo do trajeto. Não tem como não temer também, e muito, pela saúde que começa a desorientá-lo. Essa sensação, por mais atormentadora que seja, foi o que me fez salivar por mais dessa história.

 

A Mais Pura Verdade será lançado no dia 23 de março pela editora Novo Conceito. Já digo logo que vale muito a pena abrir um espaço na prateleira. Facilmente, virará xodó! Não foi muito difícil para mim saber que estava na companhia de uma história pra lá de especial.

 

 

A Mais Pura Verdade é uma história preciosa e surpreendente sobre grandes questões, pequenos momentos e uma jornada inacreditável.”

 

Conheça o Autor: Dan Gemeinhart

Sigam a Novo Conceito para acompanhar as novidades.

Stefs
Postado por:       

       
Aproveite para ler também
Escreva seu comentário antes de ir <3