Menu:
25/fev

Obviamente que o post tradição não seria esquecido e aqui está ele!

 

Em meio a tantos belos vestidos, belas mulheres, belos homens, belos discursos, vamos combinar que a 87ª edição do Oscar foi muito, muito, muito chata. Ok que não superou a chatice de Anne Hathaway e James Franco, mas, considerando que o host foi o Neil Patrick Harris, era de se esperar algo legendary. Este ano não teve pizza, nem roupa de fadinha e nem selfie do pop. Saudade, Ellen, saudade!

 

Reclamações à parte, aqueles que compareceram ao Oscar deste ano tentaram levantar alguma bandeira. Destaque para a maravilhosa da Reese Witherspoon que levou o #AskHerMore do Twitter para o tapete vermelho. Uma ideia brilhante e conjunta com Amy Poehler, que teve o intuito de inspirar os jornalistas a entrevistarem as mulheres com perguntas mais relevantes, além do estilista de seus vestidos.

 

Como não tenho essa oportunidade (se tivesse, essa mulherada me amaria eternamente e só falaria comigo no tapete vermelho), só me basta elogiar as minhas preferidas que sambaram em mais uma noite sempre glamorosa.

 

As mulheres que desfilaram no tapete vermelho fizeram do simples e discreto mais bonito. O tom de branco reinou ao contrário do prateado, e até mesmo do vermelho, cor que sempre marca presença em excesso, não só no Oscar, como nas outras premiações vangloriadas do cinema. As atrizes investiram em pouca maquiagem e apostaram nas joias para brilharem mais que os vestidos. Algumas optaram por um look confortável, como Meryl Streep, e os decotões e as fendas (que mostram o útero) não brilharam – a não ser o da Jennifer Lopez.

 

Das indicadas, dou cinco estrelas para Keira Knightley. Amando forte o fato da gravidez deixá-la mais cheinha. Tá linda! Juro que fiquei uns bons minutos olhando para ela, admirando o vestido Valentino digno de um filme da Disney. Adorei as palavras escritas na saia. Adorei a simplicidade do look que a deixou como uma princesinha.

 

Emma Stone pode ter finalizado sua temporada na Broadway, mas ainda carrega o Cabaré com ela. O vestido dourado Elie Saab a deixou maravilhosa e preciso dizer que a melhor coisa que a atriz fez foi retomar a antiga tonalização do cabelo. Ao lado, Felicity Jones, mais uma vez no estilo princesa, com um vestido clássico assinado por Alexander McQueen.

 

Julianne Moore também arrasou nos looks ao longo da temporada de premiação. Dessa vez, ela deixou o Tom Ford de lado e foi de Chanel, um vestido branco de paetês lindíssimo. As flores deram um charme a mais, quebrando a monotonia. Quem acabou de Tom Ford foi Reese Witherspoon, que também apostou no branco, um vestido de alças curvadas que valorizou seu corpo inteiro. Cada ano que passa e Reese fica mais perfeita, socorro!

 

Rosamund Pike foi uma das poucas que investiu no vermelho. Li comentários sobre ela parecer um buquê de flores. E que buquê de flores, né minha gente? Quando a vi no tapete vermelho, surtei, pois os últimos looks dela não a valorizaram – a mesma coisa que aconteceu com a Keira. Pike lacrou vidas com um Givenchy de renda e puxado para o carmesim.

 

Das não indicadas, Lupita Nyong’o encheu os olhos com seu Calvin Klein com suaves 6.000 mil pérolas. Não sei como a atriz não é tendência absoluta, um grande exemplo de como se vestir bem sem precisar de muito. Jennifer Lopez segurou muito bem o decotão do vestido assinado por Elie Saab. Pensando no quanto os figurinos da cantora já me decepcionaram, ela acertou em tudo, até no cabelo.

 

Considerando a coleção de looks excêntricos, Lady Gaga acertou em cheio e usou um dos melhores (se não for O melhor) vestido da sua vida. Assinado por Azzedine Alaia, a escolha perdeu as atenções por causa das luvas de limpar a casa, mas pensem: se não tivesse algo bizarro no look, não seria a cantora.

 

As atrizes morenas e negras tiveram uma preferência similar, investindo em tons de bege, branco ou puxado para o rosinha. Opções que caíram muito bem justamente por iluminar a pele delas. Zoe Saldana, mamãe recente, ficou valorizada nesse Versace deslumbrante. Minha mãe Viola Davis investiu em um Zac Posen que a fez brilhar mais do que já brilha, e Oprah apostou no Vera Wang justíssimo sem medo de ser feliz, sendo rainha absoluta (e o que dizer desse cabelo maravilhoso, por favor! Morri de inveja).

 

Cate Blanchett – uma pausa para suspirar – foi uma das mais bem vestidas. Ela simplesmente lacrou com o pretinho básico assinado por John Galliano, com ombrinhos desfiados. O segredo de tanto sucesso foi o colar em tom turquesa que roubou a atenção do vestido. Meryl Streep (que também teve uma indicação) reinou como sempre reina ao ir mais confortável de Lanvin, arrematando o look com um blazer, porque ela pode. Ao lado dela, Anna Kendrick sempre princesa com seu vestido de cetim assinado por Brian Atwood.

 

Jenna Dewan-Tatum nunca me decepciona e, dessa vez, ela não fez o marido segurar a cauda do vestido, optando por um charmoso e discreto Zuhair Murad. Jamie Chung me espanta por estar a cada dia que passa mais perfeita. Vi essa menina crescer junto com a Demi Lovato, gente. Representando Operação Big Hero, ela foi com um belíssimo Yanina Couture. Por debaixo, o vestido é completamente nude, protegido com um tule azul.

 

Extras

 

Jarolda Leto estava cheio das gracinhas no Oscar e tomou o posto de photobombeiro do Benedict. Parecia que o Boss tinha dormido com o Bozo e não me aguentei com essas palhaçadas. O cantor, ator, compositor, Jesus, bailarino, cozinheiro, faxineiro foi de Givenchy, sem pochete. Look perfeito, mas está na hora de cortar essa juba e aparar essa barba, please.

 

Inclusive, os homens variaram bastante na cor dos ternos. Gostei de ver!

 

Sobre o after party: muitos não trocaram de roupa e fiquei tremendamente feliz. Até hoje não entendo essa frescura, algo que só acho válido quando um vestido é enorme e impossível de carregar durante uma festa. No mais, meu elogio vai para Keira Knightley de novo, que investiu em um Valentino roxo e de veludo.

 

OTPs!

 

Ninguém sai!

Hannah Bagshawe, meu amor, a mídia pode não lhe dar atenção (deve haver uma regra, não é possível), mas a tia Stefs reconhece sua beleza e seu bom gosto. Essa linda é esposa do meu querido Eddie Redmayne, ignorada em todos os tapetes que desfilou, sendo que isso é uma heresia. De novo, ela me encheu de orgulho e não me conformo que essa mulher não tenha entrado em nenhuma lista de bem vestida.

 

É para isso que o Random Girl existe. Para valorizar quem merece ser valorizado, vem!

 

Sem dúvidas, o #AskHerMore calharia maravilhosamente nesse caso, pois Hannah é muito mais que “a esposa do Eddie Redmayne” – um título, já que ela não é celebridade. O mesmo vale para Sophie, “a esposa do Benedict”. Apenas observo!

 

Eddie e Hannah inflaram meu coração de amor ao irem ao Oscar como um par de vasos. Tão par de vasos que ambos usaram Alexander McQueen. Tão par de vasos que ela usou um vestido azul-escuro, e o marido ama azul. Aff! Vomitando arco-íris de novo!

 

E o que dizer do Eddie? Preciso mesmo rasgar seda?

 

Apelo: por um mozão que me olhe como o Benedict olha para a Sophie. Ele fez piadinha e apareceu de James Bond no tapete vermelho enquanto a esposa, já com barriguinha saliente, arrasou com um confortável Lanvin.

 

É aí, quais foram seus looks favoritos? Até a próxima festança!

Stefs
Postado por:       

       
Aproveite para ler também
Escreva seu comentário antes de ir <3
  • heyrandomgirl

    Nossa, foi MUITO CHATO! Mulheres sempre são as melhores quando assumem sozinhas. Nada contra o Neil, mas foi tanta pilha e propaganda para……….? ahhaahhaahahhaahahahha

    Tbm gosto de vestido claros. Anna tava divônica! Considerando tudo, acho que daria uma de Blanchett. Pretão e um colar bafo. Meu Deus, lacrou vidas hahaahahhaah

  • Isis Renata

    a lá a atrasada xD
    o Oscar, tirando realmente nossos amores foi um PORREEEE! ><
    acho mara quando nossas divas apostam em cores claras 😀 sinto que elas ficam ainda mais elegantes.
    amo coisas básicas e lisas, então sempre paquero quem escolhe esses , tipo a Anna *-*

    queremos ELLA e PIZZA ♥

  • heyrandomgirl

    Mas a graça é ela na cintura, então, não usou HAHAAHHAAHAHHAAHAHHA

  • Mônica Oliveira

    Jaroldinha levou a pochete sim, só não ficou carregando no red carpet. XD