Menu:
05/mar

Pessoas que lhe inspiram (podem ser do convívio ou celebridades)

 

Pessoas que me inspiram são aquelas que aprenderam com momentos ruins e não desistiram de lutar. Que não abaixam a cabeça na hora que a vida começa com a palhaçada. Que acreditam em seus sonhos e vão atrás deles custe o que custar. Então, está mais do que esclarecido que todas as pessoas que me inspiram, pensando no meu convívio, são aquelas que ainda falam comigo, ué! Não citarei nomes para não me comprometer, porque já sou uma senhora e minha memória é traiçoeira.

 

Saibam que largo de mão facilmente qualquer pessoa que não me acrescenta em nada. Portanto, vocês, pessoas que ainda falam comigo, seja muito ou pouco, me inspiram todos os dias. Continuem assim e me matem de orgulho, obrigada!

 

E nesse combo coloco a pessoa mais cotidiana de todas: minha mãe. Mesmo com todos os defeitos e malefícios de virginianos, não acho que teria a força e a bondade dela para certas coisas, porque sou meio radical e sangue frio, malefícios de geminianos. E, mesmo passando raiva com certas atitudes dela, essa mulher me inspira a ser mais maleável.

 

Sobre celebridades, admiro aqueles e aquelas que criam seus próprios projetos, que têm uma batalha antes da fama e que continuam a transmitir uma mensagem positiva. Que não aceitam ser mais um na fila da calçada da fama. Pessoas que sobem fácil e rápido não me cativam, pois não há nada que eu possa aprender com elas. Sejam homens e mulheres, gosto do background, pois é onde encontro minha identificação.

 

Céline Dion, Viola Davis, Bethany Joy Lenz, Sophia Bush, Dianna Agron, Troian Bellisario, Cate Blanchett, até mesmo a louca da Lena Dunham (apesar das polêmicas. O que considero é o lado criativo dela, porque seria bem eu criar uma série como Girls e representar a Hanna). Elas possuem algo mais que o talento que as tornaram famosas. Elas têm uma bagagem de experiências e de lutas que muito me atrai.

 

Essas e outras que admiro possuem gostos, ideias e atitudes que ressonam demais comigo. Essas e outras me inspiram diariamente por serem brilhantes! Criadoras! Ativistas! Vulneráveis! Lutadoras!

 

Céline não pensou duas vezes em parar a carreira para cuidar do marido. Viola dispensa comentários, Bethany e Sophia foram as mulheres que almejei me tornar quando embarquei no trem chamado One Tree Hill, Dianna e Troian são criadoras e teatrais, e Lena tem a carreira que almejo ou almejei, não sei. Meu sonho é sentar com todas elas e bater um papo maneiro.

 

Uma pausa exclusiva para a mulher das mulheres: J. K. Rowling. Sem ela, não teria descoberto minha paixão em contar histórias. Entendo-a completamente, desde escrever para manter a sanidade, desde fazer isso porque está na derrota. Ela continua a ser meu modelo.

 

Quanto aos homens, Paul Wesley, Jared Leto, Eddie Redmayne, Kevin Spacey, Leo DiCaprio, Kubrick, Hitchcock, entre tantos outros que possuem os cérebros que cobiço e que quero roubar para colocar em um potinho (Kubrick e Hitchcock fica para a próxima!). Da mesma forma que minhas mulheres, eles são mais que homens elegantes, bonitos e charmosos. Eles produzem, rabiscam, criam, engajam e dão a louca do mesmo jeito que as mulheres que admiro. Meu sonho é casar com um deles, mas sei que não daria certo. Percebam: citei dois capricornianos na lista e não rola casório por conflitos criativos, só relações de trabalho. hahaha

 

Uma pausa exclusiva para o homem dos homens: Neil Gaiman. Meu Deus! Queria ser filha dele!

 

É muito complicado lembrar de todo mundo, mas é mais ou menos essa lista. E eu sou geminiana, não há uma escolha única na minha vida, de nada!

 

Amanhã o desafio continua com a seguinte questão: algo que você queria mudar se pudesse no mundo. 

Stefs
Postado por:       

       
Aproveite para ler também
Escreva seu comentário antes de ir <3