Menu:
10/mar

Era para eu já ter postado alguma coisa sobre esse desafio maravilhoso, mas Murphy me impediu lindamente. Prometo não me estender, mas não queria apenas depositar um “muito obrigada” na timeline do Facebook. Não consigo ser tão vaga, ainda mais quando tenho oportunidade de escrever.

 

Muito bem! Esta semana tem sido tensa, embora não tenha começado direito. Meu capítulo do I AM THAT GIRL será lançado no sábado (14) e meu cérebro simplesmente não para. Não há motivos para tanto estresse, mas estou uma pilha de nervos.

 

O que deu uma bela aliviada foi o que aconteceu na semana passada devido ao desafio That Girl Rocks. Jamais passaria pela minha cabeça que histórias pessoais seriam compartilhadas nas redes sociais com tanta naturalidade. Li como se fosse um teaser do diário de cada uma que participou. É fato que há meninas que não se sentem confortáveis em se abrirem, mesmo que seja em alguns caracteres, para falarem sobre si mesmas. E estou orgulhosa de vocês!

 

Essa é uma das essências do I AM THAT GIRL. Falar, falar, falar, desde coisas maravilhosas até coisas aflitivas. Cada post que li, sorri que nem uma otária. Cada mensagem que recebi inbox para saber mais do movimento, me fez querer cair para trás. Ler mensagens de pessoas queridas dizendo que amavam ou se orgulhavam disso, foi demais para minha sanidade.

 

Isso me surpreendeu, pois sei o quanto é difícil sentar e pensar sobre si mesma. Vasculhar lá no fundo do âmago a melhor versão de si mesma e expô-la, com toda sinceridade. Deus sabe o quanto me custa falar sobre meus problemas, de senti-los o mais humanamente possível e pedir ajuda quando é necessário. Por isso amo tanto desafios.

 

Mas de tudo isso, o difícil é reconhecer que há sim algo de maravilhoso dentro e fora de nós. Não falo de aparência ou de coisas materiais, mas de mim, Stefs, exposta como um ser humano, neste blog. Com falhas, qualidades, valores, caráter, sonhos…Não explorei tudo o que queria, pois a proposta de um desafio é ser o mais breve possível. Mas se pudesse…

 

Comentar e elevar pontos do outro é mais fácil que buscar algo dentro de si que também merece ser comentado e elevado. Um quote que adotei para minha vida, assinado Bethany Joy Lenz, é: você é você por uma razão. Mostrar-se, explorar-se, redescobrir-se não é metidez. É uma chance de você se autoconhecer. Tenho certeza que os resultados, se vocês se permitirem em reler o que postaram, são assustadores.

 

Mas de um jeito positivo. Afinal, você se expôs aí e muitos leram. Inclusive eu.

 

Embora o desafio não tenha ido tão a fundo em determinadas questões, ver muitas escrevendo sobre si mesmas, ressaltando os motivos de arrasar e mostrando a melhor versão de si mesmas em uma rede social foi um arraso não esperado. Uma ideia resgatada para ser um teste – porque previa um flop e já estava ciente de que faria sozinha – se tornou algo mágico. Nunca amei tanto minha TL como na semana passada.

 

Não é à toa que nem dei as caras, porque eita lugar insuportável esse Facebook. Acho que preciso pensar em outro desafio. Hahahahah

 

Enfim, agora chegou a vez de falar. Falar no e do Capítulo. Chegou a hora de falar e de ouvir, nem que seja uma, duas ou três meninas. Como minha point person disse: uma hora as pessoas virão até você. E eu respondi: o grande desafio é fazê-las ficar.

 

Obrigada mesmo a todas que participaram do Desafio That Girl Rocks. Ficaria muito grata se vocês depositassem suas impressões aí nos comentários. Eles são bem importantes…

 

Love! <3

Stefs
Postado por:       

       
Aproveite para ler também
Escreva seu comentário antes de ir <3
  • Mônica Oliveira

    EU TÔ TE ESPERANDO AQUI EM CASA, TRAGA OS FILMES! HAHAHA

    Tô super triste de saber que perdi o encontro de hoje, injustiça é você morar em outro estado </3

  • heyrandomgirl

    Ahhh voltou *_*

    Sim, o episódio foi bem paradinho, bem chato, não teve nada, mas a qualidade se manteve. Esse é lado bom de TO. O problema é que qdo vem de uma sequência de episódios estridentes vc quer mais hahahahahaha

    Freya perdeu o charme. Meio que quebrou esse ar de vingança ao correr atrás dos "brothers que odeia". Espero que ela rode a baiana com o Mikael, porque precisa.

    Cara, não consigo ver utilidade na Cami ou na Davina agora. Com certeza ambas ficarão no plot da Rebekah, mas o envolvimento delas no plano geral terminou. Davina tinha Kol, não tem mais. Cami sofria bullying do Finn, tbm não tem mais. Amo as duas e tá na hora de explorá-las.

    Amo forte Haylijah, mas TO é uma série adulta em comparação a TVD. Tudo é possível e as mudanças de casais têm sido mto plausíveis, como realmente é na vida. Gia e Hayley são muito fortes e não dependem de arco amoroso como a Elena. Experimentar outras bocas é saudável e TO faz isso de uma maneira muito sólida. Acho perfeito!

    Não aguento Klaus de mimimi! Voltou aquela chatice 'i'm the king' querendo agora ser king dos híbridos. Oh zzzZZZZZZZ já foi melhor, daddy hahaahhahahahaha

    Gillies tbm faz outra série, não sei se a essa altura cancelou, mas ele tem dado conta de TO e de Saving Hope. E ele é protagonista das duas. Sharman pode dar conta do job, sem dúvidas hahahaha

    E outra, CBS paga as contas da CW, então, revezar ator tá de boa hahaahahha

    Beijos, sua linda!

  • heyrandomgirl

    MAMMY <3333

    Eu fiquei muito na dúvida se deveria apostar no desafio. Justamente por ser muito pessoal. Seria tão difícil para mim quanto para quem fosse participar. Por isso acreditei piamente que não vingarei e tomei um soco porque vingou.

    E eu amei muito isso. Demais da conta! Como disse, foi como ler a introdução de uma passagem no diário de vcs. Foi uma oportunidade de conhecê-las mais, e não ter apenas uma impressão.

    E quando acabou fiquei bem amuada hahahahahahaha Porque eu tive gosto de entrar no Face todos os dias. De dar like nas postagens. Era uma expectativa por saber que teria algo legal para ler, não aqueles lixos que vivem na timeline.

    E amei ver tbm o feedback das pessoas que vcs conhecem, porque, vamos ser sinceras, não é todo mundo que recebe bem falatórios sobre si mesmo na TL. Como vc disse, é egoísmo ou egocêntrismo, sendo que não é.

    Sou mto fã do seu chefe! Mande a ele meu amor! HAHAHAHAHAHAHAHA.

    E eu tô amando sua presença firme forte. Como disse, não esperava que vc fosse vir atrás, na verdade não esperava que ngm fosse, e estava preparada para morrer forever alone.

    Aquele pessimismo que se prova o contrário, sabe? hahahahahaha

    E mal posso esperar para vê-la no sábado *-* Faz tanto tempo que não vejo <3

    Te amo!

  • heyrandomgirl

    AHHH MARIDA ME DÁ UM ABRAÇO!

    Deixa eu te dizer que sonhei contigo esses dias. Estava me preparando para dormir na sua casa e levando altos filmes na bolsa. ISSO-TEM-QUE-ACONTECÊ. HAHAHHAHAHA

    Ai, marida, quando li esse seu comentário não couberam lágrimas nos meus olhos. Porque bem… Vc sabe que a vida já foi mais divertida. Hahahah

    E vc..Cheia das histórias pra contar, e nem me fala metade da missa. Olha a injustiça!

    Dark days nunca são fáceis, bem sei como é, mas o importante é que vc tentou. O mais importante é que vc aprendeu algo e ainda carrega isso com vc. Eu estou aterrorizada com o capítulo do IATG, acho que terei um colapso nervoso. E foi por meio dela que descobri muitos desses pontos que vc citou e, antes de me entregar a fundo, fui percebendo no meu dia a dia que eles eram uma das coisas que mais gosto de escrever.

    Textos que inspiram e tudo mais tbm cabem na bagagem. Isso impulsionou a ideia do manifesto e o garota aleatória, tendo em vista minha falta de coragem em preencher o formulário do IATG. :(

    Sério que vc recebeu um recadinho desse, Marida? 2015 e certas piadas não morrem, não podicê! Pior que o que aconteceu foi meio que ao contrário. Percebi que um post que fiz no Face no Dia da Mulher foi curtido apenas por mulheres. Não sei agora porque tô ausente, mas até onde vi nenhum homem se atreveu a dar like. Justamente por causa das florzinhas e dessas piadinhas sem graça, que não causam mais o efeito de antes.

    É uma nova Era, amém!

    O que importa é nos mantermos inspiradas!

    E, Marida, como vc leu meus pensamentos? (Agora você me faça o favor de lembrar da semana passada sempre que pensar em desistir do blog ou se sentir desmotivada, hahaha). Mas gente que quase delete essa semana (meu note morreu :( tô usando um dinossauro)

    Pois me apoie, Marida! Nos apoiaremos together! <3

  • Thuany Ramella

    Eu que não sou muito ativa nas postagens nas redes sociais, pensei muito antes de aceitar fazer o desafio, principalmente porque teria que falar sobre eu na maioria dos dias, mas no fim acabou deixando aquela sensação de "já acabou?".
    Foi lindo, porque pude ver as minhas meninas assumindo suas forças e porque eu assumi algumas de minhas forças, e foi incrível, porque até mesmo quem não participou do desafio acabou deixando algum comentário de incentivo e elogio, o que fez a timeline ficar ainda mais linda e cheia de amor <3
    Sem contar que a semana do desafio foi na semana do meu aniversário, então o amor foi em dobro, pelo menos para mim! hahaha
    Falar de si, hoje em dia, pode ser interpretado como egoísmo ou egocentrismo e ter a oportunidade de falar sobre você e sobre as coisas que você mais gosta e admira sem parecer meio "chata" foi demais!
    O desafio fez com que pessoas que eu nunca imaginei que se interessariam pelo projeto "I Am That Girl", viessem me perguntar o que era, para quem era e como funcionava. Meu chefe até me incentivou a participar efetivamente do projeto HAHAHAHA.
    Enfim mammy, você sabe muito bem o orgulho que eu tenho de você por ter dado esse passo e nos apresentado o projeto "I Am That Girl". Pretendo estar presente em todos os eventos realizados e também pela internet, é claro.
    Sábado vai ser sensacional e será só o começo dessa história. Te amo!

  • Mônica Oliveira

    Que semana linda que foi a semana passada! Marida, já falei que estou morrendo de orgulho de você, mas não tem problema repetir: estou morrendo de orgulho de você!!! Há um tempo eu tentei criar um chapter brasileiro da uma associação chamada AWG (Association for Women Geoscientists) e falhei miseravelmente, apesar de ter bastante contato e ajuda da diretoria lá nos Estados Unidos. Falhei porque queria trazer uma coisa de lá pra cá e me enrolei em estatuto, impostos e afins, e falhei porque não tinha forças o suficiente pra me dedicar a isso (tava bem no início dos dark days que você presenciou, hahaha). Mas o pouco que eu consegui alcançar de outras pessoas pelo país já foi o bastante pra me deixar boqueaberta, acho que senti uma pequena fração do que você sentiu semana passada. De toda essa experiência eu aprendi uma coisa bastante importante sobre mim: o quanto eu me interesso pelo bem-estar feminino e pelas conquistas profissionais e pessoais da mulherada. Eu demorei alguns meses para conseguir entender realmente o que é feminismo e ter orgulho de bater no meu peito e falar que sim, sou feminista. Por isso meus olhos brilham quando vejo você falando, escrevendo, promovendo o I AM THAT GIRL.
    O desafio foi ótimo, deu pra sentir uma energia maior aqui no blog, e isso foi muito gostoso. Queria poder ter participado mais, mas não tive tempo. Ficava orgulhosa e toda feliz quando via alguém "de fora" curtindo as postagens que eu compartilhava daqui lá no Facebook, hahaha. Também tô morrendo de amores por ver que algumas meninas da minha lista de amigos estão curtindo e seguindo as páginas do I AM THAT GIRL! Uma coisa interessante que aconteceu foi que no domingo um amigo meu me mandou uma mensagem no whatsapp dando feliz dia das mulheres, mas ele mandou junto uma ilustração daquelas bem conhecidas de uma mulher tentando fazer baliza pra estacionar. Sei que ele não teve a mínima intenção de me ofender nem nada do tipo, e eu teria dado risada se isso tivesse acontecido no ano passado. Mas, nossa… fiquei tão chateada com isso! Foi um contraste absurdo com a semana tão inspiradora que nós passamos aqui no blog. Nem respondi aos parabéns, porque se abrisse a boca não conseguiria me segurar, haha.
    Agora você me faça o favor de lembrar da semana passada sempre que pensar em desistir do blog ou se sentir desmotivada, hahaha. Vou te apoiar de todas as maneiras possíveis, mesmo de longe. <3