Menu:
15/mar

Há 2 anos, foi ao ar um episódio chamado Bring it On que nos trouxe o primeiro dia de uma Elena desligada. Só consigo lembrar da vergonha que senti. Por ter esse sentimento não tão peculiar comigo, imaginei que sentiria o mesmo com Caroline. Posso não ter ficado com vergonha alheia, mas aplico essa mesma palavra aos 10 minutos finais. Como já comentei incontáveis vezes por aqui, The Vampire Diaries tem uma lei em que mulheres precisam depender do sexo oposto, o que resulta em ações infantis que as fazem retroceder e não amadurecer.

 

De uma maneira geral, este episódio foi uma readaptação superior ao 4×16. O começo foi agradável, pois Caroline sem humanidade, tendo em vista as partes em que ela estava de boa, virou a Caroline da 1º temporada. Arrisco a dizer que essa moça conquistou nuances da versão dos livros. Peguei-me sorrindo algumas vezes, crente que a ideia vingaria de maneira positiva, já que com Elena tudo foi um fiasco. Adorei o jeito intragável, com aqueles típicos instintos de frenemy lançados contra a BFF. Somado a isso, houve os comportamentos destrutivos, arredios e fúteis. Normal e bacana. Nada do que reclamar!

 

Foi uma “repaginada” que ficou de bom tom, típica, e que me deu a impressão de que a vampira seria incrível – e melhor – sem humanidade. Apesar disso, não vejo com empatia essa “novidade” de mais uma personagem feminina desligada. Simplesmente porque não entendo a dificuldade dessa turma em não superar as coisas do jeito que tem que ser. Como disse na última resenha, Caroline tinha tudo para seguir um caminho oposto, enfrentar o luto da mãe com dignidade, principalmente por não aceitar covardia.

 

Por mais temerosa que estivesse por causa desse plot repeteco, o salto de Caroline teve força por ter se apoiado na personalidade que nos foi apresentada no início de TVD. Ao contrário de Elena, que acabou sendo uma cópia malfeita dos trejeitos da Katherine, ela brilhou e fiquei assustada por, a princípio, ter gostado.

 

Sem dúvidas, Caroline apareceu nos seus primeiros momentos com muita personalidade em comparação à Elena que fez o que fez sem humanidade por birra. Esse eco maligno da personagem deu certo até metade do episódio por não terem fugido tanto do que ela é quando está na bad. Ao contrário da Santa Gilbert, que conseguia sentir recalque dos outros, Miss Forbes estava mesmo desligada, não hesitou um só momento, ao ponto de realmente ficar assustadora. Amaria que essa versão tivesse sido introduzida na série desde o começo, pois sou muito fã da megera dos livros.

 

Mas, como tudo que é bom dura pouco, a coisa desmoronou. Por qual motivo: shipper. E tudo o que eu queria era que Caroline pagasse com juros o que Elena provocou no 4×16. Aí sim acharia o maior arraso e seria digníssimo. Porém, não foi isso que aconteceu…

 

Elena vs. Caroline

 

Quando Elena estava sem humanidade, o grande problema foi algo chamado recalque. Por mais que jurasse que não sentia nada, ela mastigava ciúme e inveja, de um jeito nada saudável. A vampira não hesitou em espancar e quase matar Caroline, lembram? O que aconteceu quando a personagem se voltou para si foi o que comentei na resenha anterior (e na do 4×16): ela virou um eco mimado. A cidadã dizia que não estava nem aí, mas tudo que desencadeou foi para prender a atenção daqueles que sabia que se preocupavam.

 

O eco de Caroline foi bem light nesse quesito. Por isso tive esperança de que ela seria melhor, pois a vampira abriu o episódio arrasando e segurou as pontas até passar dos limites.

 

Quando digo que o problema da Elena desligada foi recalque é porque ela só teve foco em uma pessoa: Caroline, a garota loira e perfeita, que choramingava por Tyler e que estava prestes a ser a nova Lexi de Stefan. Inclusive, a vampira quis chamar a atenção. Ela deixou a amiga despencar no concurso de líderes de torcida por bel prazer, como também a estapeou. Sobrou até para a Liz. A Santa Gilbert também falou para a BFF se desligar para parar de ser mimizenta, algo que Caroline falou para Stefan. Todo esse caos tinha que ser retribuído com louvor, já que havia espaço para reviver e explorar os paralelos entre ambas.

 

O outro problema de Elena desligada foi quando ela notou que tinha a chance de fazer o que bem entendesse. A personagem sempre foi a rocha de muitos e, sem humanidade, ela não queria mais ser vista como a certinha. Essa era a essência da sua personalidade que se empenhou em destruir, porém, terminou em vergonha alheia. A Santa Gilbert queria ser picante e perigosa. Para isso, se submeteu a situações humilhantes. O impasse dessa doida foi dentro de si mesma e sabemos disso ao vermos o quão descaracterizada ela ficou no fim das contas.

 

Caroline se desligou muito consciente do que queria, ao contrário de Elena que cedeu em altíssima negação. Miss Forbes sem humanidade realçou todos os defeitos que adoramos um dia. Até Bonnie reconheceu isso. Plec e Dries tinham a faca e o queijo na mão para deixá-la e mantê-la um patamar acima da Santa Gilbert, pois o encadeamento dela voltada para si foi positivo até chegarmos na rave. A vampira segurou boa parte do episódio e conseguiu convencer de que tinha o dark side sob controle. Um confronto que a Santa Gilbert se entregou de cara.

 

Almejar uma repaginada não faz mal a ninguém, especialmente quando se quer quebrar o antes para ter um depois melhor (claro que seria mais decente se ninguém se desligasse, mas…). A Santa Gilbert tentou isso, mas fugiu demais da própria personalidade. Porém, colocando na balança, a covardia dela sem humanidade foi impulsionada por um conflito interno. Ela quis aceitar sua nova condição de vampira – algo que estava em conflito – e a perda de Jeremy (que foi o acúmulo de todas as mortes que assistiu e não reagiu na hora). Por mais que tenha sido irritante, a personagem queria um caminho de volta, mas não antes de saber do que era capaz.

 

Não é à toa que, ao contrário da Miss Forbes, Elena sentiu até demais para quem estava desligada. E não é fome ou desejo de matar a que me refiro, pois faz parte do vampirismo. Mas insegurança que foi acobertada com insolência. Por querer ser a melhor, erraram na mão por motivos de Katherine.

 

No caso de Caroline, não tinha ponto de referência, a não ser a versão da season 1. Deu quase certo.

 

A diferença gritante entre as duas foi na decisão final que, claro, deu/dará aval para os plots que abrirão caminho rumo ao season finale. O que deram para Caroline fazer foi decepcionante. Matar Sarah, ok, mas fazer Stefan desligar? Really? Chegamos a esse ponto para “unir” um casal, gente?

 

Caroline tinha tudo para ganhar 5 estrelas por ter controlado a si mesma e as situações que criou. Ela foi realmente uma mestre ao assumir a trama, sozinha, não como Elena que forçou a barra o tempo todo. Accola estava impecável. Os acontecimentos transcorreram naturalmente, até o absurdo de forçar Stefan desligar a humanidade vir à tona. Faquinha de rocambole, cadê você?

 

Entendo perfeitamente que ao desligar a humanidade suas atitudes e seus comportamentos mudam. É o momento em que o vampiro é realmente vampiro porque sua real natureza se manifesta. Contudo, foi demais ver uma personagem anteriormente cri cri ao extremo ser o que mais odeia: covarde.

 

Sim, gente, essa pessoa aí embaixo é o tapete Stefan, novo artigo de luxo para sua casa

 

O resultado: Miss Forbes abriu brecha para uma possível descaracterização fulminante. Não tenho dúvidas de que ela retornará ao juízo normal completamente estragada, pois as mesmas mãos que destruíram a Santa Gilbert, esmagarão a essência da Caroline. Se não já esmagaram…

 

Gente, nem a Santa Gilbert, que acabou com a raça do Stefan na 4ª temporada, foi tão baixa. E olha que ela tinha muitos motivos para detoná-lo por estar de saco cheio dele. Caroline provocou um dano com extrema autoridade sendo que não tem metade da sintonia que a BFF tinha com esse cidadão. A vampira não tem essa moral toda não, gente, especialmente quando resgatamos Klaus, a única pessoa que realmente tinha razão e poder para fazer o Salvatore se desplugar.

 

Eis a separação decisória entre Elena e Caroline: Santa Gilbert se juntou ao Damon para viver a liberdade que se negou quando era humana. Ela traiu e cuspiu no Stefan sentimentalmente e Miss Forbes acabou com o Salvatore moralmente. Corrompeu o caráter, apunhalou pelas costas, pisou em cima e o fez ser o que mais odeia: ripper.

 

Mas a minha conclusão é a mesma: inventem outra mulher para o Stefan ou o deixem em paz.

 

O único ponto positivo que tiro duramente disso é que Caroline provou que desligou bem desligada. Elena ainda pensava e Miss Forbes provou que realmente queria 1 ano sem sentir nada ao ponto de não retroceder ao encomendar a morte de Sarah. Porém, foi covardia de dois níveis, né? Se a loirinha estivesse tão fria como aparentou, deveria ter matado a sobrinha do crush pessoalmente. Nem tudo é perfeito!

 

Para não dizerem que sou injusta, Caroline sendo maldita no final, na companhia do Stefan desligado, foi awesome. Mas nada apaga a humilhação que ela provocou contra ele.

 

Agora, Stefan e Caroline passarão um bom tempo juntos, mas de que adianta torcer? Afinal, um romance sem entrega emocional não é um romance, ué. Quanta solidez.

 

O que eu realmente queria, e até mesmo esperava, é que Caroline retribuísse tudo que Elena provocou contra ela quando estava desligada. Quando Liam entrou em cena, foi bom demais ver a cara de tacho da Santa Gilbert ao saber que a BFF chegou perto de matá-lo. Melhor foi a tortura psicológica da narrativa de Miss Forbes. Ficou excelente! Por que Deus não usaram esse ponto de partida?

 

Sério, queria que Caroline esmagasse Elena para honrar o que aconteceu no 4×16. Não tentar dar uma rasteira só porque o crush se declarou tarde demais. Please! Honestamente, não sei porque os escritores insistem em criar paralelos entre personagens e episódios se não fazem o trabalho direito. Combater Miss Forbes e Santa Gilbert desligadas seria mil vezes mais interessante, uma nova chance de mostrar as incontáveis diferenças de um vampiro desligado. Já se foi Liz e agora isso, me ajudem!

 

Acréscimo: Liam e Sarah estrelaram muito bem o Jogos Mortais. Foi a melhor cena do episódio.

 

O frustrante plot do Stefan

 

Quando digo que este episódio foi uma readaptação do 4×16 é a mais pura verdade. O investimento em Caroline trouxe um pouco de superioridade, mas não posso dizer o mesmo de Stefan Salvatore.

 

De novo, Stefan se sentiu culpado. De novo, Stefan foi brincar de babá. De novo, Stefan tomou um tabefe ao ouvir verdades da garota que está a fim. Mas isso nem foi a ponta do iceberg…

 

O que me fez rir de indignação foi vê-lo usar as mesmas palavras, com adaptações sutis, para cima de Caroline, a fim de trazê-la de volta. Com direito a peculiar seguradinha no rosto. Não sei vocês, mas captei um copia e cola de cena Stelena. Quem é que não se lembra do Salvatore segurando Elena para botá-la de volta na tomada? Aquela cena chorosa?

 

Você percebe que a criatividade morreu quando reciclam cenas de outro casal. Volta Kevin!

 

E, outra coisa, Stefan se declarar daquele jeito impulsivo, quase vomitando na Caroline, foi muito nonsense. Parecia que tinha uma arma na cabeça dele. Amigo, amor não nasce em 24 horas.

 

Ignorando tudo isso, meu coração parou quando ele fechou os olhos para a humanidade e os abriu para seu instinto ripper. Meu Deus, quase tive um troço! Não deveria, porque essa investida já está tão bleh!, mas Stefan todo estripador é bom demais! Pena que aconteceu de um jeito babaca e, para disfarçar, colocaram Sarah no meio para sair como a culpada. Para dar uma pitada ao Stefan herói que se sacrifica… Please!

 

Os outros plots

 

Stelena tinha morrido, mas reacendeu como se sempre estivesse presente. Desacreditei quando Stefan depositou sua humanidade no colo da Elena. Revi essa cena mais de uma vez para ter certeza, pois estava crente que a mensagem tinha sido para Caroline (não me perguntem como). Isso me fez voltar a season 3 e, claro, a season 4. Um “pouco” de “justiça” ao antigo shipper, já que o problema de lidar com falta de emoção sempre foi muito deles. Parece engana trouxa, recomendo doses pequenas de otimismo, pois esses dois são apenas usados para salvar a audiência de última hora.

 

Falando em audiência, alguém me abraça? Personagem desligado não dá mais lucro não, meu povo!

 

Enzo dando uma de Edward Cullen me fez perdoá-lo por alguns instantes. Quando ele disse que é rápido, forte e rico, me esqueci das tolices dele e rachei o bico. O mais divertido disso é que Caroline destruiu o plot dele. Não há mais vingança! Podem matá-lo agora!

 

Damon tem muito trabalho com relação a Lily Salvatore. Um trabalho tremendo que ficará distante dos olhos de Stefan – até porque ele não reagirá emocionalmente ao saber que a mãe foi presa por ser ripper. É um plot que muito me interessa, especialmente por uni-lo ao Kai.

 

Estou bem curiosa para saber mais dessa mulher. Damon balançado sobre o que realmente aconteceu com ela foi uma das poucas cenas em que captei uma sinceridade emocional. A desilusão e a culpa acumulada desde o velório da mãe o deixará bem focado nesse assunto.

 

O fato de Lily ter zarpado em NY me fez lembrar do episódio 4×17, em que Damon foi reencontrar um migo e assistimos ao flashback que o mostrou desligado (com Lexi). Prevejo uma festa de rippers, já que não tem mais ponto de sustento para nos guiar rumo ao fim desta temporada. Stefan já saiu da tomada, a mama Salvatore pode voltar enlouquecida…. Espero que não tentem criar uma mitologia em cima disso, até porque não existe, né? A não ser que seja X-Vampiros. Um grupo especial destinado a ser só ripper.

 

E o que dizer sobre Bonnie? O surto que ela deu para cima do Damon me deixou no chão. Pode ir para o lado negro da força, gata, pois se depender de Elena e de Caroline, estamos ferrados. Ela é a única que está na bad por motivos sólidos, o que lhe dá todo o direito de ser cruel. Gostei muito da atitude dela em barrar Jeremy, por mostrar que ela quer se recuperar. Embora os gatilhos no cérebro dela por causa do estresse pós-traumático ainda não tenham sido explorados, o desconto de tanto trauma será em Kai.Já estou conformada com a morte do bruxão porque Chris fará outra série da Plec.

 

E Bonnie sorrindo com a ligação do Damon. Minha morte! Enfim, daria 5 estrelas se as situações finais não tivessem sido motivadas pelas razões erradas. No mais, foi até que bem escrito, considerando que teve parte do dedo da Dries, e Candice arrasou.

Stefs
Postado por:       

       
Aproveite para ler também
Escreva seu comentário antes de ir <3
  • heyrandomgirl

    Hey, Annys, tudo bem? Seja bem-vinda!

    Tento ao máximo ser verdadeira com meus sentimentos toda vez que sento para escrever sobre TVD. Por isso nem consigo chamar as resenhas de resenhas, porque elas são ENORMES. Não consigo limitar meus pensamentos, verdade seja dita. Fico feliz que tenha me encontrado Hahahahah Gosto de fãs ou meio fãs ou não mais fãs da série que conseguem abrir uma discussão saudável.

    Me dói tbm ver o que a Elena se transformou. Nunca fui 100% fã dela, mas sempre peso o quesito protagonismo. Ela era a garota central apesar do triângulo amoroso. Ela era a garota interessante cheia de mistérios. A personagem simplesmente parou no tempo e virou uma sombra na própria série. Isso é lamentável, ainda mais considerando que todo mundo gosta de mulher badass e ela simplesmente deixou de ser.

    Elena passou a ser moldada conforme as circunstâncias e não mais agir com base nelas para amadurecer. É meio irremediável, acho. Estragaram demais a personagem e a Nina não parece contente como antigamente. :(

    Esperando o comeback da Caroline pra ver o resultado, mas, considerando o último episódio, acho que ela ficará boazinha, viu? Hahahahahaha

    Eu tbm adoraria o tapete Stefan. Quentinho, gostosinho, calay ahahahahahah

    Beijos, sua linda! Obrigada pela visita e pelo comentário <3

  • Stephanie

    Xará!!! Eu leio todas as resenhas de TVD e TO só não comento às vezes por estar no trabalho rsrs eles precisam investir é no Stefan e Damon mesmo e deixar a Elena sozinha.

    Acabei de assistir o 17 e estou aguardando ansiosamente sua resenha principalmente do final do episódio! Oh God! Beijos

  • Ana Flávia

    Meu Deus! Procurei por meses, talvez anos, alguém que tivesse "coragem" de admitir e se aprofundar nas falhas que TVD vem cometendo. Tudo que eu li aqui, sem excluir nenhuma virgula, eu concordo plenamente.

    Eu estava acostumada a ler comentários de alguns fãs da série por aí que parecem ter medo de expor oq realmente pensam sobre o rumo q a história tomou, eca! Mas finalmente achei alguém, no caso vc, que expôs cada detalhe.

    Hj em dia eu acompanho TVD apenas por hábito, ou pode-se se dizer que eu n consigo acompanhar uma série por anos, e, quando eles erram, eu simplesmente me "desligo" dela…

    Uma das coisas que mais me dói atualmente é a mudança trágica de Elena Gilbert. Pelo amor! Peguei gana dela… Gostaria de pedir para a Nina n forçar tanto, pq a personagem ficou extremamente sonsa e repugnante '-'

    Quanto a Caroline… Em nenhum momento apostei minhas fixas no quesito de que n estragariam ela e sua atual condição em algum momento, pois é oq eles fazem de melhor. Enfim, suas resenhas são fantásticas! Parabéns!

    Ah, eu gostaria mto de um Tapete Stefan para mim, estou precisando desse artigo de luxo! :)

  • heyrandomgirl

    Awn, gosto de dar atenção pra todo mundo. Demoro um bocado, mas não passa despercebido não! Tento ao máximo ser imparcial, as resenhas vêm tão do fundo do âmago que, uma vez que publiquei, nem consigo reler. Hahahahaha Acho que se eu realmente tivesse começado a resenhar TVD desde a season 1, não teria amadurecido meus pensamentos. Acho que meu destino foi pegar logo no momento crítico hahahhaha

    Adoro shipper, acho mto legal ter um, mas nada de ficar obcecado. Sou da campanha trama acima de casal e por isso sou tão chatãããããa hahahahahaha

    Beijos, sua linda! <3

  • heyrandomgirl

    Eu sou mto do "se é pra escrever, escreva direito". Sem contar que chegou um ponto que queria continuar as resenhas, mas de um jeito que eu abordasse pontos que realmente incomodam e não é todo mundo que investe. Por isso jamais me amarraria a sites de séries, porque os comentários que espero ler, considerando o que escrevo aqui, não rolaria por lá. E aqui rola.

    Sou mto fã dos meus comentaristas e não nego! Hahahahahaha Vcs são a melhor parte do fandom, sem mais! <3333

  • heyrandomgirl

    Hey, xará! Faz tempo que vc não passa por aqui, hein? Aquela pequena menção Stelena fez muita gente que ama ou amava o casal dar um pequeno grande surto. É uma pena que, ao menos para mim, seja uma piada de mau gosto. Duvido que investirão.

    Own obrigada! *_* Volte mais vezes <3

  • Luiza Morena

    Eu quem agradeço Stefs, por seres tão atenciosa com os leitores e comentadores afoitos como eu. Como ainda gosto da série mesmo que esteja bem fraca( não quero largar o osso), faço da sua página um local de receber análises imparciais e também de tentar jogar as minhas impressões, tentando fugindo um pouco da parcialidade e de shippers irritantes. Legal torcer para os casais, eu sou uma que me derreto toda quando há esse encaixe amoroso, mas detesto me prender a isso. As séries são mais que isso e TVD está aí pra demonstrar isso, ou seja, baixou audiência, piorou qualidade pra atender a shipper e continua focando 90% nisso. Muiiiito obrigada. Beijão.

  • Stephanie

    TVD sempre destroçando meu coração Stelena… Tive uma leve pontada de animação mas não sei o que esperar. Não vejo um futuro para Steroline depois disso, ainda bem. Vontade de bater no Damon pelo egoísmo, a coitada da Bonnie sempre se ferra. Amo suas resenhas :)

  • Deborah

    Oi linda, obrigada pelo comentário!!! =)
    E digo o mesmo: é ótimo ter uma pessoa com discernimento e madura para conversar numa boa (diferente desse povo xiita que tem aos montes por aí hahaha). Além dos seus textos serem ótimos (pq tem uns textos tão fraquinhos por aí né? rsrsrs. Parece que quem escreveu tava com preguiça rsrs. Daí dá mais preguiça ainda comentar qlq coisa hahaha. Mas este não é o seu caso)
    Bjs, boa semana e até a próxima review. =)

  • heyrandomgirl

    Vamos invadir a CW e arrumar toda essa bagunça em TVD HAHAHAHAHAHAHAHA

    Eu tenho meio pânico do fandom de TVD. Conheço algumas pessoas que chegaram até mim e, como vc, são bem de boa. E, realmente, o fã bitolado perde todo o senso crítico. Não é porque vc ama algo que esse algo é imune a defeitos. E, pior, só vê a série por causa de uma bandeira – sou Stelena, sou Delena, sou Steroline, etc., etc., etc. Isso comprometeu toda a qualidade da série e tenho certeza que Kevin não deixaria isso acontecer se ainda estivesse a bordo. Since Dawson's Creek persigo esse cara hahahahahahaha

    Liv é maravilhosa. Gosto dela. Só desaprovei o surto para cima do Kai, mas só perdoei por causa do Luke. Jo precisa amadurecer mais um pouco, mas, agora grávida, acho que será meio complicado :(

    Bonnie precisa mandar bem. Tem muita responsabilidade nas costas dela hahaahahhaahha Hora de abraçar o dark side como deve ser.

    Tyler podia morrer! Klaus adoraria fazer isso.

    Beijosss e até o próximo episódio!

  • heyrandomgirl

    Olarrrr Deborah! <333

    Já disse que a galera que comenta tem todo o direito de chorar as pitangas nos comentários. Não seja tímida na próxima hahaahhaaha

    Caroline, desligada, sucesso, mas…. Fizeram a personagem se diminuir por causa de homem. Não aceito, não aceito mesmo. Ainda mais quando paramos para pensar e ver que o arco romântico de Steroline não está sólido como tem que ser. A mesma coisa aconteceu com Delena, a diferença é que ambos tinham um histórico de hesitações e de beijocas roubadas, muito mais em comparação a Stefan e Caroline. Por isso fico revoltada com o sire bond. Não precisava, mas é aquela coisa de fazer o ~ romance ~ acontecer mais depressa.

    Da mesma forma que não precisava pisar em cima de Steroline ao desligá-los e resumir uma relação, que poderia engatar sem essa zona, em conexão sem emoção. WTF? Só forçaram Stefan a se declarar para dar angústia que, me desculpem, não angustiou em nada. Como vc mesma disse, Caroline agiu por recalque, mas de mulher abandonada, o que é pior ainda, meu Deus!

    O desfecho foi a ruína. Tava com potencial, Candice estava impecável, mas, de novo, o fandom estragou um episódio porque Plec e Dries ainda acreditam que é isso que rende. Não é isso que a audiência a cada semana mostra, o que me faz acreditar, por meros segundos, que essas duas realmente têm a intenção de destruir todos os romances. Porque, nem me atrevo a me pronunciar hahahaahhaahah

    Elena tinha bagagem para agir como agiu. Tinha moral para fazer Stefan desligar se quisesse. Caroline não tem nada. Ela sabia que poderia lidar com o luto, mas não quis. Os escritores escolheram uma forma de corrompê-la tornando-a o que mais detesta: covarde.

    Mas obviamente que colocarão Miss Forbes no pedestal para ver se Stefan e ela se tornam seres equivalentes, como tentaram fazer com Delena. Se ficar de bom tom, empurram com a barriga sem a menor preocupação com encadeamento de storyline, igual Delena que não teve mais nada e perdeu toda a magia. Se tivessem aproveitado a 5ª temporada, acreditaria mais no poder Steroline. Agora, não mais.

    E eu não entendo porque o povo ainda insiste em Klaroline. Plec e Dries praticamente vomitaram neles depois do ato. Outro shipper que não aceito como terminou, pois Kevin e Plec criaram a angústia certa com os escritores, e dava sim par engatar na 4ª. É o male de tornar todo namoro doentio, apressado e fazer a mulher não ter independência para nada.

    Avisa para essas mulheres que estamos no século 21. Meninas mais novas que assistem essa série precisam de exemplos sólidos. Infelizmente, não há mais como consertar e as personagens ideais femininas estão em The Originals.

    Stefan perdeu a magia tbm, Damon está com toda a ação (algo que não reclamo, pois nos dá cenas Bamon, amém!). Enfim, largar a mitologia já virou uma praxe, porque romance é tudo, né? Se fosse bem construído quem sabe, mas não é, né? Lamentável!

    Obrigada pela visita e pelos elogios, sua linda! Guardo todos esses comentários lindos e maravilhosos como muito amor e carinho *-* Isso me faz muito feliz, ainda mais considerando que escrevo sobre uma série que tem um fandom em constante guerra e é muito difícil ser encontrada por pessoas que debatem os acontecimentos numa boa, com discernimento e amadurecimento. Tenho orgulho dos meus comentaristas hahaahahah

    Beijossss! <333

  • Autran Kevinlyn

    Oi Stefs! Muito, muito obrigado pelas suas palavras. Você deve saber que há uma conexão entre todo escritor, como no nosso caso.

    Essa coisa de famdom é uma merda. As vezes a gente percebe como isso idiotiza certo espectadores. Um post simples de qualquer coisa sobre a série é motivo para comentários como: "Sou Stelena, Delena, Nian, Steferine," isso me cansa. Não estou disposto.

    Como eu pude esquecer o "Dangerous Liasions" o episódio da Alice Evans! Sdd Esther!

    E sobre mulheres fortes, além de Bonnie, incluo as irmãs Gemini. Jo e Liv. A última me chamou atenção pela sua força. Me lembra Sophie Deveraux.

    Só desejo que a Bonnie seja tão forte quanto as bruxas de TO. Não aguento esse papinho dela não aguentar a própria magia. Genevive manda um oi para Dries.

    E para o Tyler relego o meu desprezo.

    Beijo, muito obrigado.
    Até o 6×17.

    PS: Obrigado,Débora.

  • Deborah

    Autran me deu uma nostalgia lendo o seu post! rsrs
    Lembrei de vários ótimos episódios que vc citou =)
    Parabéns pela dedicação e pelo bom texto.

  • heyrandomgirl

    Heiii, Luiza!! Não se sinta constrangida por nada. Tenho certeza de que se não resenhasse TVD ou já teria largado ou veria aos bocejos ahahahahhaahha.

    Steroline sempre teve minha simpatia, até mesmo quando começaram a testar uma ficadinha na temporada passada. Tinha um pouco da angústia, especialmente sobre como ela se sentia. Agora, atropelaram tudo e, aos meus olhos, anularam a magia. Tipo: "precisamos desse casal para a série bombar", e não foi nada disso que aconteceu. A audiência está aí para comprovar que não minto.

    Tentaram afastar Caroline de Elena e deu certo. O problema foi o salto final. E concordo com vc: meio tarde para torná-la vilã. E se fizerem que a mantenham assim até o final e a mandem embalada para o Klaus hahaahahaha. Aqueles 10 minutos finais acabaram com a minha felicidade. Vi a possibilidade de não reclamar de nadinha ser destruída hahaahahah

    Deixar Kai emo foi demais para minha saúde. A fusão com Luke foi awesome para deixá-lo assim? Ainda bem que o personagem não se tornou um total bunda mole, mas centralizar o perdão da Bonnie para depois, evidentemente, morrer, não orna.

    Eu queria que o ripper Stefan atormentasse a Caroline. A promo até que aparentou isso e acharia perfeito demais. Assim, ele teria ação e a forçaria pedir arrego. É previsto que ele chegue a saber da mãe quando Damon tiver a meio caminho do processo, o que acho bem injusto. Ambos sempre agiram juntos e essa repartição de tarefas não traz cenas Defan. E eu sinto falta de Defan :(

    Own, sua linda, obrigada pelos elogios. Valem meu dia, bem como me mostram que escrever resenhas de TVD ainda não se tornou uma total perda de tempo. Antes eu achava isso porque não recebia um comentário sequer, até que você e mtos apareceram, e é por vcs que estouro os dedos em 5 páginas de análise aka resenha hahahaha

    Beijossss! <33

  • heyrandomgirl

    Será que esse botão da humanidade vende por aí? Porque, gente, é o botão mais acessível que o liga/desliga de uma TV, sinceramente! hahahaahahahah

    Bamon continua sendo a sensação da temporada e espero que continue assim. Não precisa rolar nada romântico, desde que a amizade deles perdure até o fim. Isso já deixa meu coração seguro.

    No dia seguinte ao episódio vi os surtos Stelena. Foi meio como "o gigante acordou" hahahahaha. Pior que peço de novo a redução do otimismo, pois esse revival tem tudo para ser sem pé e nem cabeça como todos os relacionamentos que poderiam seguir um caminho melhor, perfeitamente alinhados, mas se resumiram a algo mais carnal.

    Steroline não deveria ter chegado a esse ponto, pois tinham tudo para dar certo a partir da temporada passada. MAS…. Não sou eu que escrevo isso. Seria diferente u.u hahahahaah Delena ainda tem méritos. Sire bond tinha sentimento e o que dizer de Steroline sem sentimento? Ai cara ><''

    Se sangue de vampiro não cura câncer, ser ripper é gene adulterado na Augustine #alok ahahahahhahaha Não duvidaria se viessem com essa.

    Se Defan forem meio-irmãos, já preparo um abraço bem forte na faquinha de rocambole. Sinceramente, seria o fim da picada. Eles já nem são mais ligados, daí criam mais uma ponte? OhLord que sejam apenas teorias!

    Paul é tudo de bom! <3 Pena que o personagem virou encosto de porta.

    Gente, quando vi a audiência, cuspi! Sempre quando acho que subirá, o negócio cai mais hahaahahahahah

  • Parabéns pela resenha concordo com tudo!
    Agora a minha tese sobre a volta da humanidade do Stefan é que a mãe dele será o tal gatilho. E mais uma vez JP brinca com os sentimentos das Stelenas sem do e piedade. Elena será apenas a amiga q irá ajudar então quem ainda acredita nesses momentos Stelenas eu fico é com mta pena.
    Mas enfim, Steroline ta chato pra caramba imagina quando os dois voltarem com suas humanidades…. vai ser um show de mimimi.

  • Luiza Morena

    Um tempinho já que não venho ver as críticas, mas você como sempre arrasa. Me sinto até meio constrangida porque já larguei de mão de analisar a série com senso crítico de levá-la a sério e passei a vê-la como um amontoado de personagens e histórias isoladas sem desfecho decente rs. Gosto da forma como você faz um traçado não só da série como um todo mas, também da parte psicológica dos personagens, suas características e de como não se encaixam em determinados contextos dos episódios. Devo dizer que concordo com você em gênero, número e grau, apesar de gostar da relação romantiquinha de Caroline com Stefan :) , sei que têm muito mais erros que acerto nisso tudo, inclusive o fato dos autores estragarem tramas e personagens pra fazer valer shippers. Especialmente neste 6×16, que traz Caroline protagonizando, nota-se um claro interesse em fazê-la diferente de Elena desligada, retomando a personalidade inicial da loira só que sem fraquezas, já que Caroline era bastante insegura. O tom do humor negro estava nela. Adorei isso, mas sabia que o lado negro dela iria desabrochar mais cedo ou mais tarde, afinal, os produtores fazem questão de confundir "sem emoção" com "ruim de doer" e deu no que deu, ela trabalhando o que há de mais pérfido num ser humano, ou seja, raptar a sobrinha(quase filha) do seu hoje atual grande amor rs pra torturar, chantagear e matar, ah e pelas mãos de terceiro desinteressado rs. De fato, nunca senti tanta raiva de Care, mesmo sabendo as condições de desligamento dela.E, se esse era o intuito dos produtores, isto é, vilanizá-la ou transformá-la em algo diferente do docinho que ela é, eu tô achando muito ruim. Não li os livros, mas é muito tarde pra dar uma nova cara a personagem, a não ser que a série continue por mais umas 3 temporadas pelo menos. Aí, sim, já que ela ficará bad girl, manda logo pra The Originals pra fazer par com Klaus :P. Acho a Caroline perfeita do jeito que é hoje, ainda que nesta temporada ela tenha sido enjoada feito doce de coco pra se encaixar ao meu Stefan(eu apaixonada eterna) e deixou o príncipe dos vampiros meio encostadão. Também arrasto um caminhão por Bamon, e gostei da carga dramática que foi dada as cenas deles, muito embora embora eu ache meio paia o fato do Kai querer pedir desculpas a Bonnie, como sendo a grande missão da sua vida se livrar do remorso que seu lado chorão agora clama. Mas, entendo, ele se converteu a seita do amor. Ah cara, entendo nada, se era pra matar o Luke( um homossexual macho pra caramba) que viesse com sangue nos olhos pra sacanear com Damon ehhehe. Não curto também as tramas muito separadas como da mama Salvatore por exemplo, um mistério que promete surpresas legais, mas do outro lado tem o Stefan e a Care desligados que talvez não haja nenhum associação. E convenhamos, apesar de eu simpatizar com Steroline, ainda tenho desconfianças desse desligamento do Stefan ser fake, em outras palavras, de ainda ser baba rippah da Care. Não tolero mais ele só com foco nas crises de Caroline, pois dá pra viver pra si mesmo e alimentar um romance. É isso, continuo a apreciar muito o seu trabalho aqui, falando com precisão sobre as séries e mostrando como tem cuidado em abordar as coisas, porque conhece bem.

  • rayanne

    Até quando teremos vampiros desligados? ZZZzzzzzz Se o feijão queima na panela, desligue a humanidade! Se o Brasil perder a Copa, desligue a humanidade (o 7×1 deve ter sido cruel)! Se tropeçar na rua, desligue a humanidade! ZZZzzzzz…

    Dark Steroline me lembra Sire Delena. Não, obrigada! Por quê chegar a extremos para juntar um casal? Plec fala tanto em relacionamentos orgânicos, mas não escreve um que seja. Quanta vergonha alheia! Todo mundo sentiu um beliscão devido a Stelena, li recaps lá fora falando com muito saudosismo do casal e daquela série. Saudades!! Imagino que a L.J Smith deve ver as cenas Bamon e gritar em casa: "My babies. I love you guys! "

    Alaric, Matt, Tyler, Jo e Liv devem estar até agora cantando: "Inútchel, a gente somos inútchel" ♫ ♪ ♫

    Muita gente teorizando lá fora que Defan podem ser meio-irmãos. O Ian comentou que a Lily não amava o Damon e o rejeitava, assim como o Giuseppe sempre comentava que ele era uma decepção. Será? Não sabia que a coisa "Ripper" era genético. Acho que o Papa Salvatore sabia que a Lily era vampira e daí surgiu o ódio contra a 'raça'. Chamem a Cristina porque esse Casos de Família vai render!

    Disseram-me que Paul estava esbanjando charme na promo e fui ver. Que morte a minha… QUE BRAÇOS SÃO ESTES SR. WESLEY? QUE PEGADA FOI AQUELA? Inveja da Candice e da Phoebe, e agora entendo porque a Nina disse sentir falta das cenas com o Paul. Te entendo colega! E se precisarem de uma nova mulher para o Stefan não precisam procurar muito, já estou aqui de braços abertos cantando: "Entra na minha casa, entra na minha vida, mexe com minha estrutura…" ♫ ♪ ♫ ♪

    E a audiência? Hahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahaha risos eternos