Menu:
08/jul

Hoje é aniversário da Sophia Bush e não poderia deixar de prestar uma homenagem.

 

Sophia é uma mulher de palavras e amo cada uma que ela escreve nas redes sociais. Pensando nisso, nada como celebrar seu aniversário apresentando minhas frases favoritas feat. uma explicação básica dos motivos que cada uma delas me inspira, todos os dias, até nas trevas.

 

“Minhas opiniões deveriam importar porque são minhas. E se as suas opiniões são formadas de um lugar de honestidade genuína e de bondade com os outros, então elas valem a pena defender” 

 

Do ano passado pra cá, tenho me dado mais chance de falar abertamente sobre coisas que acredito. Ainda falta muito, mas, aos poucos, sinto que estou chegando lá.Quem acompanha o RG faz um tempo, sabe que amo falar de assuntos que inspiram, não para dar força unicamente a mim, mas para quem chegar por acidente em um determinado post. Gosto de compartilhar experiências e, como tive muitas conturbadas, aprendi a ser uma pessoa que abre espaço para o “eu também”.

 

Muitos não sabem, mas há textos que escrevo que realmente me deixam mal. Há alguns capítulos do Manifesto que chorei enquanto destrinchava a ideia no Word – o Querida Prudence é um deles.

 

Acredito piamente que a partir do momento que eu falar (ou qualquer um falar), especialmente sobre um problema, a magia acontece. Sempre há alguém que falará “eu também” por se identificar com sua experiência/história. Quando vi isso acontecer, percebi que minhas palavras merecem uma exposição maior, porque são minhas e porque elas vêm de um lugar do meu coração muito dolorido.

 

Um ponto dolorido que ignorei por muitos anos. Passei muito tempo me escondendo por causa da escrita, o que consecutivamente travou minhas opiniões. Quando li esse quote da Sophia pela primeira vez, me agarrei a ele buscando minha liberdade de expor o que sinto por aí.

 

Se é uma coisa que não suporto é caos, palavras que deixam nas reticências algum tipo de conflito. Quero que as pessoas que chegam até mim se sintam bem, não ameaçadas ou assustadas. Quero que elas se inspirem, encontre conforto, e, para isso, minhas palavras precisam vir com emoção e com honestidade. Simplesmente, não consigo trabalhar com mentiras ou com flanela na cabeça.

 

“As coisas que a fazem diferente a fazem única. E ser única é lindo”

 

Não sei o que me faz única, verdade seja dita, mas acredito que cada pessoa tem um traço ou uma marca a ser deixada nesta vida. Já disse e repito: ninguém está aqui de passagem.

 

Sua diferença não é um problema. É o que lhe destaca. Não tem graça ser igual a todo mundo. Teve um tempo que senti na pele essa necessidade de ter o mesmo rótulo, de seguir pelo mesmo modo de operação, até que parei com essa neurose por saber que só me fazia mal. Cresci de uma forma que, apesar das trevas, me enriqueceu como pessoa. Que apesar de não ter o apê, o carro, o namorado, essas coisas que a sociedade prega como ideal, eu sou única por querer minha diferença e por querer a diferença do próximo, todos os dias. E são poucos que pensam assim, né?

 

“Respeito alguém que tem um cérebro e que quer usá-lo mais que um rosto bonito ou um status”

 

Sou de Gêmeos e amo cérebros. Poderia ser o Hannibal dos cérebros. Adoraria colocá-los em potinhos. Quanto mais brilhante o cérebro, melhor. Sou uma pessoa da criatividade e da inspiração.

 

Pouco me importa se você fez chapinha, comprou um celular, ganhou na loteca ou abraçou a estátua da liberdade. Se nada disso me agrega, não darei atenção. O que me importa é se você ganhou uma bolsa de estudos, colocou um blaster projeto para rodar, guardou um pouco do seu tempo para ajudar o próximo, etc.. Aí sim falaremos a mesma língua.

 

Não é à toa que as pessoas que admiro tem muito cérebro, tanto mulheres quanto homens.

 

“Não acho que você será a parceira que quer ser até saber, em um nível absoluto, se é uma pessoa completa por si mesma”

 

Isso cabe a minha política de relacionamentos. Não estou pronta e não é por medo. Como disse, sou uma pessoa de cérebro, de projetos, de criação. Se o parceiro não tem esse desejo, adiós.

 

Vetei o universo de me dar um crush até eu terminar todos os meus projetos. E ele tem me obedecido, por saber o quanto sangro para fazer minhas coisas darem certo. Não conseguiria conciliar um namoro e o We Project. É fato que o cara jamais seria minha prioridade.

 

Eu, Stefs, não serei uma parceira ideal até me sentir completa, mais segura e mais madura. Pode soar bizarro, mas sinto que tenho amadurecido, de verdade verdadeira, de uns tempos pra cá.

 

Considerando que a Sophia afirmou que amadureceu aos 30, estou chegando perto e não poderia concordar mais. Os 20 e poucos anos ainda é um período de transição, só que para a vida adulta. Não acho alguém muito adulto quando termina o ensino médio, engata faculdade e tem o job certo. Não acredito nisso, porque até mesmo quando alguém termina um curso universitário, o redescobrir transcorre em outra via. Nessa faixa etária se descobre novos gostos, sons, cores. Novas facetas de si mesma.

 

Tenho descoberto várias versões de mim mesma ultimamente e tenho até que gostado. Talvez, é essa faceta que eu deveria mostrar ao mundo há muito tempo, mas não via isso com meus 20 e poucos anos. Tenho 29 e ainda há muitas ervas daninhas carregadas desde a adolescência que só têm sido exterminadas agora. Só conseguirei ser uma boa parceira para um homem quando praticamente todas não existirem mais.

 

Algo que calha em outro quote da Sophia:

 

“Primeiramente, para ser feliz você precisa estar confortável nos próprios sapatos. O resto pode funcionar a partir disso”

 

Quando você se prioriza, é possível ficar confortável nos próprios sapatos.Colocar você em primeiro lugar sempre soará como arrogância, mas vejo como autorrespeito. Alguns dizem que se amam por metidez, claro, e duvido muito que esse pensamento seja honesto. Penso que quem está satisfeito consigo mesmo não precisa convencer meio mundo disso. É um processo natural.

 

Você precisa se colocar em primeiro lugar e fazer as coisas por você. Ponto final! Ao aniquilar, em parte, o outro, você se visualiza melhor. Você vê sua mudança. Você se atenta ao que se é e ao que quer ser, o que calhará no estar confortável na própria pele.

 

“Acredito que um lápis pode mudar o mundo”

 

Onde tatua essa frase? Ela é muito eu! Sophia usa essa frase nas redes sociais e ela foi inspirada na organização Pencils of Promise. Óbvio que me identifico com ela por motivos de escrita. Lápis criam palavras e acredito que palavras mudam o mundo. Palavras de bondade. Palavras de gentileza. Palavras de otimismo.Um quote, um cumprimento, coisas pequenas escritas em um pedaço de papel ou em uma rede social podem mudar o dia de uma pessoa.

 

“Se dê permissão para tentar algo novo e use para ajudar os outros. Ao fazer isso, você ajuda a si mesma”

“Quando você se conecta tão seriamente com algo que é absolutamente inerente ao seu coração, que você é apaixonado, você se torna familiar”

 

Esses dois quotes refletem parte dos meus sentimentos desde que ingressei no I AM THAT GIRL. Estava muito receosa em tentar algo novo e fiz isso aos poucos. Li tudo o que pude sobre o movimento, fui atrás de saber dos outros Capítulos, e isso foi se tornando familiar para mim. Como se tivesse encontrado a minha família perdida.

 

Há muito tempo busco formas de retribuir, algo que tentei com o To Write Love in Her Arms e não consegui. Talvez, porque algo maior vinha ao meu encontro. No caso, o IATG.

 

Por meio do movimento, encontrei uma forma de destruir minhas ervas daninhas. Encontrei uma forma de falar abertamente sobre meus problemas, ser honesta, tendo fé de que mais meninas e mulheres se juntem ao meu Capítulo e aos que já existem.

 

O IATG é a causa inerente ao meu coração, embora admire muitas outras. Quando me envolvi de vez, foi como se reajustasse meu corpo e minha alma que precisavam demais de um update. Ao me dar a oportunidade de abraçar algo maior que eu mesma, sabia que não beneficiaria só a mim, mas ao próximo. Penso que: enquanto faço meu trabalho, ajudando e aliviando minhas aflições, faço isso por outras pessoas também. Sou absolutamente conectada com a comunidade, desde o Day 1.

 

Há muitos quotes da Sophia que adoraria colocar neste post, mas ele ficaria enorme. Com certeza, este é digno de parte 2, 3, eternamente. Destaquei aqueles que remetem ao momento do qual me encontro e que resgato sempre quando estou na shit.

 

O que mais posso dizer sobre a aniversariante?

 

Sophia é uma mulher independente, que nunca precisou de um amor para se provar ou para ser melhor. Ela é maravilhosa por si só, aproveita cada brecha da vida, seja sozinha, com os amigos ou com a família. Ela é uma apaixonada, que fala o que pensa/acredita, e é vulnerável quando tem que ser. Isso a faz real, um ser humano maravilhoso e agradeço OTH por tê-la me apresentado.

 

Tenho uma lista tremenda de mulheres que me fazem tirar a bunda da cama e Sophia é uma delas. Se não fosse pela força de vontade dela em querer mudar o universo feminino, jamais teria ingressado no IATG – minha admiração pela Alexis Jones é suprema também, pois amo a maneira como ela fala sobre o movimento e sobre suas experiências em palestras.

 

Bush é ativista e usa suas redes sociais para gerar conversas e para conscientizar sobre o que acontece no mundo. Inclusive, para falar das suas organizações do coração – como o IATG e o Pencils of Promisse – e de política. Em 2008, a atriz esteve engajada na campanha do Obama, não para fazer com que as pessoas votassem nele – já que sua imagem é extremamente influente –, mas para mostrar aos jovens a importância de votar. Além disso, ela é porta-voz do público LGBT.

 

Dentre tantas coisas bárbaras que poderia falar da Sophia está a força de vontade de lutar pelo próximo. Ela sabe o quanto suas palavras e suas ações impactam o outro, gerando uma corrente do bem. Uma das ações mais maravilhosas recentes dela foi o design original que fez para a loja Joe Fresh. Parte do valor foi revertido para a organização Human Rights Campaign, que tem como missão alcançar direitos iguais a lésbicas, gays, bissexuais e transgêneros nos EUA.

 

Por usar sua voz e sua escrita em pró do outro, só me apaixono mais e mais por ela e lamento muito por quem a vê como um ser humano falso ou um objeto de um romance que não existe. Ela é incrível, faz coisas incríveis, e não tem medo de falar a sua verdade.

 

Sophia Bush é muito amor, uma das melhores pessoas do mundo que amaria ter como parceira de café (#somostodasviciadasemcafe). Ela é, diariamente, uma inspiração tremenda para mim e tenho muito, muito, muito orgulho de ser uma Little Voice.

Stefs
Postado por:       

       
Aproveite para ler também
Escreva seu comentário antes de ir <3