Menu:
13/nov

Sinto-me esquisita com relação a este episódio. Foi meio fraco e entediante. Teve muitas histórias paralelas para preencher o tempo do caso da vez e tenho alguns probleminhas quando isso acontece porque corta a tensão a seco (e não me lembro de ter sofrido com isso, a não ser agora com esta temporada). Só não foi pior que o 3×05/6, fatos reais, pois teve certa superioridade no desenrolar de uma tramoia que não tinha cena do crime e nem digital. Só muitos chips.

 

Foi uma trama de momentos, sem picos, com direito a dar mais um destaque ao Antonio. Fiquei feliz, mas adoraria que ele tivesse algo à parte. Uma história que compense o descaso da S2. Já se passaram 8 episódios e o que o detetive tem feito é só delimitar informantes e tarefas. Isso é importante, ele é dono da UI tanto quanto Voight, mas e a academia? Virou point para conversas na surdina? Não foi esse o apelo que ficou no finale passado, deveras afetivo, e penso que ali há mais potencial do que ser apenas um cenário como a gaiola (que tem mais poder até que o Atwater).

 

Um sinal de que é uma boa hora para segurar mais a mão ao inventar histórias. Esperando a Bunny até agora (e mordendo a língua também, porque estou enlouquecida pra fazer textão sobre isso).

 

Embora Antonio tenha se destacado, a investigação em geral pediu trabalho em equipe. Todo mundo ficou mais na rua que no Distrito, e isso foi muito bacana por trazer um clima atípico que movimentou esses personagens por becos antes não explorados. Como o apê do Ruzek, Lindsay e Halstead de patrulha, um informante que não queria ser informante, e o grampear de uma casa. Um combo de coisas novas que tornou esse episódio mais curioso, meticuloso e, sem dúvidas, mais abrangente com relação ao trabalho da UI. Dessa vez, não havia dados para pendurar no mural. Era preciso resolver o dilema da vez com o pouco que tinha e muito raciocínio.

 

Um detalhe que não tirou a turma do eixo, mas exigiu muito foco. Houve um extremo cuidado com os detalhes da investigação, pois não havia a quem culpar. A UI se viu na possibilidade de ter que enterrar esse caso a força, por causa do governo que não queria passar vergonha, e diante da impossibilidade de não impedir a suposta venda de chips que culminaria em um ataque terrorista. Todos foram feitos de otários esta semana, e é até engraçado falar isso, pois nem Voight escapou. Foi um ótimo episódio nesse quesito e lá no fundinho queria que eles falhassem.

 

Sei que Chicago P.D. trata heróis, mas heróis perdem de vez em quando. Adoraria que isso acontecesse um dia (mesmo ciente de que renderia a morte de alguém). Se a trama desta semana foi bem arriscada, acho que é um bom momento de pisar no acelerador. Sou meio tio George que, se pudesse, já teria eliminado metade do time para gerar ódio e angústia. Ué, pessoas capotam em campo de batalha e seria uma pena essa turma começar a brincar de Twilight.

 

Só acho que, considerando esse gênero, segurar principal para descontar em secundário tira a graça da brincadeira toda. Muito zona de conforto. Afinal, eles não são imunes, só para os lucro$$$ de audiência. Se o mundo Lobo é tão bom assim, vide SVU, cortar as raízes agora é uma boa hora.

 

Engraçado que não sinto o mesmo com Fire, simplesmente porque não aprofundam a storyline dos avulsos. Isso impede qualquer relacionamento mais afetivo, salvo o trio – que se tocarem, eu mesma invadirei a NBC com tochas. Isso-é-bizarro!

 

Burzek em: quando terceiros ditam seu relacionamento

 

Atenção, crianças, quando isso acontecer no seu namoro, va-zem! Ou, façam um es-cân-da-lo!

 

Burzek seria Dawsey de CPD, só que todo errado. A amabilidade de Burgess será sua completa ruína, verdade seja dita, e começo a me irritar. Considerando que esse casal seja possivelmente desmanchado até o final desta temporada, penso que os grandes responsáveis por isso serão os terceiros e seus benditos conselhos. Não que aconselhar seja ruim, acho ótimo, mas o que enfurece é Kim se levar por eles. Atitude que indica que o coração dela não está no lugar sobre este noivado.

 

Burgess ama seu mozão, mas há falta de empatia do Adam em momentos decisórios. Até que se prove o contrário, esse noivado é furada, pois não tem planejamento e nem visões futuras. Exemplo: Mouch está esclarecido com o seu relacionamento que, para mim, nasceu ontem de tão recente que ainda aparenta.

 

Casey e Dawson criaram um solo seguro, se amavam e se odiavam embaixo do mesmo teto, algo que Adam não quer nem pensar. Aquela expressão dele quando Burgess lançou a ideia não passou despercebida. Ele é ok em adiar o casamento – que nenhum dos dois conversa. Ele não é ok sobre morar juntos – e fez carão. Entendem porque esse jovem me tira do sério de vez em quando?

 

Admito que gostei de ver Burgess “demandando” a tal mudança, mas, no fim, não foi ideia dela. A policial não teria pensado nisso se não fosse o cutucão de Michelle. Uma pessoa mil anos mais nova e que nem conhece direito. O mesmo vale para testar o interesse de casamento pelos olhos de Adam, que foi empurrado por Sean. Isso só me deixa aborrecida porque sou apaixonada por essa personagem, a acho muito mais incrível que a Lindsay (desculpa Sophia!), e torná-la meramente inclinada ao que sente pelo Ruzek não-faz-jus. Me ajuda a te ajudar, Kim.

 

Concluindo

 

O episódio teve uma pegada para o lado pessoal dessa turma, o que foi até pertinente para o momento. Mouch quer casar com Platt, Atwater faz mesmo cosplay de burro, e Roman está se aprofundando no que chamaria de uma bela cilada. Melhor que isso, só Mouse dando piti sobre como é que se mantém dados no celular antes de desaparecerem. Mas eu ri demais dessa cena.

 

Só quero frisar de novo o Atwater: meu amor por ele está por um fio, embora entenda essa insatisfação no local em que se trabalha. Mas, alow, é problema dos escritores. Faltou trama para ele desde que mudou de cargo e posicioná-lo como o desesperado que quer se provar não orna. Até porque, o personagem deveria ter aprendido depois de ter sido rebaixado pela extrema burrice na S2. Será que esse cidadão não sabe o poder de Hank Voight? Vai tomar na orelha!

Stefs
Postado por:       

       
Aproveite para ler também
Escreva seu comentário antes de ir <3