Menu:
16/abr

Obrigada @ Deus por ter dado fim ao drama Defan em The Vampire Diaries. Mais um episódio focado nesse quesito e abandonaria as resenhas mais cedo que o esperado. Com esse alívio no meu coração (muito mais que bem-vindo), a trama desta semana abandonou a encheção de linguiça e focou no que interessa. No caso, Bonnie Bennett – o que fazia? Aonde dormia? Por que beijar Enzo?

 

O episódio em si foi muito bom, salvo o pequeno desagrado que brotou sobre meio mundo estar chateadinho com a soneca do Damon. Não, né? Depois de anos lidando com esse cidadão de 160 anos, as pessoas não entenderam que egoísmo é o mote? Embora estivesse com um ótimo humor e com o samba dos velhos tempos ativado, o personagem não precisava dessa dose de mimimi e é complicado lidar porque ninguém fala do súbito hate que geral sente pelo Stefan. Como comparar as emoções quando Defan não está no mesmo patamar do conflito?

 

O que rendeu outra onda de alívio foi Ric e Bonnie não facilitarem as pazes, pois seria nave da Xuxa e já existe um Stefan Salvatore para dar abraço no Damon. Não precisa de mais um.

 

Tirando isso, gostei do restante que transcorreu esta semana. Principalmente porque houve a intenção de preencher a lacuna dos 3 anos de uma Bonnie disfarçada na clínica psiquiátrica. Esperei e esperei o motivo para a personagem se esconder da Armory e senti outro alívio por não ter rolado algo grave. Tudo bem que o grave na storyline dela começará daqui por diante, mas vê-la confiante, um pouco mais independente na trama, me fez feliz. Só fiquei preocupada nos minutos iniciais quando o papo girava em torno de Damon, automaticamente reviraria os olhos se essa fosse a razão da internação, e posso dormir em paz por ter nada a ver.

 

TVD-7x18---Bonnie

 

Outro ponto positivo é que intentam resgatar a linhagem de Bonnie, único assunto mitológico que ainda dá para trabalhar em TVD quando conversamos sobre os personagens principais que restam. Porém, deu aquela sensação de vazio, como se Bennett nunca tivesse marcado presença em TVD. Simplesmente largaram essa parte da história dela ao ponto de ter vampiro-bruxo que acabou de enterrar o que foi aprendido em temporadas passadas sobre bruxaria. Quero só ver como desenvolverão essa do cofre, pois é quase certo que será destrancado porque, na hora da tensão, a bruxa faz burrada e isso tem cara de cliffhanger de season finale.

 

Em curtas cenas, Bonnie nos deu o que esperar dos próximos episódios e incluiu Virginia, mais um parente de Enzo e que não se sabe se é confiável. Confesso que desconfio, o olhar dela é dual junto com o sorriso de falsiane. Aquele pânico sobre a parceira de clínica liberar o que está nos confins da Armory me pareceu muita encenação. Afinal, nada como atiçar a curiosidade diante do que aparenta ser perigoso. E Bennett já fez tanta burrada nesta temporada com a espada fênix e com Rayna que é esperada outra burrada para fechar a S7.

 

Além da novata, há o papo de que Bonnie morrerá pela milésima vez. O bom disso é que essa dramática tem resgatado um pouco o melhor de Enzo. Agora, o personagem parece mais ajustado na trama e devo dizer que ele nem parece vampiro. Parece um caçador contra Armory e foi demais vê-lo com o revólver. Ele poderia ser gentilmente transferido para a turma de haters da vampirada. Tenho certeza que Matt toparia – claro que não porque o menino dos olhos azuis saiu como vencedor da guerra dos tronos em Mystic Falls.

 

Enzo é um vampiro sexy, tem charme, tem boa lábia e presença, mas é fato que seu destaque só é efetivo quando o que o faz agir é relativamente bom. O que sente por Bonnie até que tem sido interessante, digerível, porque lhe deu um pouco da força perdida.

 

Quem também ganhou um pouco da força perdida foi Ric e gostei também do que vi. Se há uma coisa que não suporto é: ou personagem de corpo mole (como Enzo estava bem sendo e como Damon normalmente costuma ser) ou que fala, fala e fala e não faz nada (tipo o próprio Ric e Matt que deixou de falar para expulsar geral). Ou você faz ou você fica na miúda sem atiçar o que claramente não compactuará. O professor teve muito desses momentos de fazer de menos lá na S6 e vê-lo fora da zona vampírica lhe deu serenidade até no olhar. O personagem se saiu bem nas suas poucas cenas e deu para degustar a nostalgia Dalaric.

 

TVD-7x18---Ric

 

Mas o momento mais, mais foi o vrá! de Ric na face de Damon. Pior que nem crio esperança porque se até Stefan foi ignorado, quem dirá o resto. Alguém mais tinha que dizer que a vida é maravilhosa sem vampiros e que a decisão do Salvatore em dormir foi tão boa quanto. A mesma libertação que assomou Matt – que virou mágoa pelo que Stefan fez e que ainda não tem resposta –, o professor sentiu nos últimos três anos. Mais do que correto dizer que não quer que as coisas sejam como antes e fica na imaginação como Caroline e ele seguiram em frente (até mesmo o dono de Mystic Falls antes de perder a esposa). Tem cara de súbita paz já que um irmão cochilava e o outro “conhecia” o mundo com Valerie. Deve ter sido lindo!

 

Dentre tantos esclarecimentos, estava Ambrose-Stefan que não durou tanto quanto gostaria. Primeiro porque amo Paul encarnando o lado negro da força. Segundo porque o perfil desse personagem soou muito atraente. Fiz papel de trouxa porque essa “participação especial” não trouxe sentimento de perigo e foi uó mais um massacre ser durante o dia. Foi ótimo pelo mozão, só. Deveriam ter mantido o apelo dos minutos finais do episódio anterior, pois deu para tremer com o modo de operação. Pelo menos, resolveram isso logo e espero que não haja drama Defan.

 

E penso que não haverá mais drama Defan porque Valerie abriu espaço para o drama Steroline. Não sei se gosto porque Stefan lidou com tanta coisa e tentar fazer as pazes com a ex soa muito precipitado (pra não dizer forçado). Mas tem que fazer, se é que me entendem.

 

TVD-7x18---Valerie

 

O adeus de Valerie me confortou por ela ter saído viva de mais uma resolução na vida de Stefan e me deixou tristonha por não ter dado certo. Queria a promoção da Elizabeth, fatos reais, fez mais que Nina na versão vampira. O salto desse Salvatore de volta ao corpo original estava regado de despedida desde que Marty-Stefan despertou – e aprovei manterem esse rosto, apesar que adoraria ver dois Paul frente a frente – e chorar foi fácil. Suei pelos olhos com a última Herege na mente do mozão, me esgoelei para que tudo não terminasse em morte e a resolução entre ambos foi tão verdadeira quanto Ric dar um chute na traseira de Damon.

 

Tenso é que, de certa forma, o salto no tempo atropelou muitas coisas que seriam mais interessantes de assistir a engolir drama Defan que só serviu para tapar buraco na trama. Queria ver Matt conquistando seu espaço, Caroline e Ric se ajeitando, o momento que custou Penny e o que Bonnie deve ter passado inicialmente com a Armory e como o amor Benzo (ou Bonenzo? Sempre me perco) floresceu. Não souberam nem usar a caçadora que agora tem alucinações para fingir que ainda tem história sendo que não tem. Quiseram tanto ser ShondaLand que não trabalharam um ínterim que seria pertinente – chegada de Rayna perto do season finale seria awesome, bem como o último cross com TO.

 

Bom é que a temporada está perto do fim, iremos direto com todo vigor, e esse restinho de trama será de Bonnie. Já era tempo, né? Quero que Enzo participe disso, mais que Damon, porque estão aí duas pessoas que também contaram com vários nada nesta temporada.

 

E Caroline? Esse encaixar vai ser o mais nada a ver do final de temporada, vão vendo. A personagem completamente alheia a tudo, sem história, enfim…

 

Este episódio ficou na medida para os parâmetros atuais de TVD. Sem grandes reviravoltas, sem tantas expectativas, com despedida e probabilidade de alguém morrer. Nada novo, a não ser as emoções porque envolveram personagens diferentes.

 

E agora, como salvarão Bonnie? Não há mais bruxa no rolê e não há antídoto.

 

PS¹: Ambrose homenageando Klaus ao jogar as coisas contra a casa, com direito ao botijão de gás. Saudade casa dos Gilbert e dos momentos de frustração do híbrido em Mystic Falls.

 

PS²: o tal loophole foi inspirado no Swap Faces do Snapchat, faz completo sentido.

Stefs
Postado por:       

       
Aproveite para ler também
Escreva seu comentário antes de ir <3