Menu:
26/ago

Desde pequena, quando comecei a assistir Anos Incríveis com minha mãe, senti que ali nascia uma seriadora com predisposição para dramas, principalmente familiares. Bom, em linhas gerais, a Maricota aqui cresceria e amaria cada vez mais um bom e remelento drama.

 

E foi quando resolvi expandir um pouco a zona do drama que me deparei com algumas produções diferentes e únicas, transmitidas numa plataforma diferente: os crescentes canais streaming. O famoso e prático sistema que colocou a Netflix no mapa, dando aquela famosa dor de cabeça para os canais abertos e pagos.

 

Por isso, resolvi me aventurar mais nesse gênero tão distante a mim, com raras exceções como 2 Broke Girls e The Big Bang Theory que seguem um padrão de formato, meio arroz e feijão das comédias dos canais abertos.  Foi então que percebi que muitas das produções lançadas virtualmente são louvavelmente bem avaliadas pelo público e até mesmo pela crítica, que levo mais em consideração quando o assunto são produções televisivas que produções cinematográficas.

 

Todas as séries aqui preenchem quesitos importantes e que precisam ser explorados cada vez mais. Que plataforma melhor do que das séries para mostrar e incluir todo tipo de personalidade, etnia e orientação?

 

Espero que alguma delas lhe desperte curiosidade….

 

1. Broad City

 

Comédia---Broad-City

 

Tendo como madrinha ninguém menos que Amy Poehler, Abbi e Ilana lançaram esse projeto como uma websérie em seu canal no YouTube. Porém, foi o famoso boca a boca e os elogios gerados pela crítica que levou a pequena produção para a TV.

 

Mesmo não se enquadrando mais no perfil de série abordado neste post, Broad City explora de maneira conectável e debochada o relacionamento e o cotidiano das BFF’s Abbi e Ilana. Elas fazem o telespectador, principalmente feminino, enxergar que uma mulher pode ser retratada da maneira que ela bem entender, sem precisar se podar ou se importar com padrões e regras.

 

Canal: YouTube webséries (2009 – 2011) / Comedy Central (2014 – )
Status: Renovada para 4ª e 5ª Temporada
Elenco: Abbi Jacobson, Ilana Glazer

 

2. Billy & Billie

 

Comedia-Billy-and-Billie

 

O primeiro nome presente no elenco já responde qual o real motivo que me levou a assistir essa comédia. Como uma fangirl obcecada do rapaz aka personagem que elevou todas minhas expectativas no sexo oposto, a série é mais uma empreitada de Adam Brody, o eterno Seth Cohen de The O.C..

 

Bill (ele) & Billie (ela) gira em torno de dois jovens adultos, cujos pais se casaram quando eles ainda eram crianças. Dentre encontros e desencontros familiares, acabam se aproximando, iniciando assim uma relação. A princípio, somente carnal, o que parece corriqueiro. Afinal, nem meios-irmãos eles são. Porém, acabam sendo vistos como um escândalo quando a mãe de Billie pega o inesperado casal em ação.

 

PS: Produção arroz com feijão eu diria, mas quando se tem um caldo especial chamado Mr. Adam Brody tudo fica mais apreciável e saboroso. Viu, o que fazes comigo, Mr. Captain Oats <3.

 

Canal Streaming: DirecTV
Status: Cancelada (1ª Temporada)
Elenco: Adam Brody, Lisa Joyce, Jan Maxwell

 

3. Casual

 

Comédia---Casual

 

Após a indicação de uma grande amiga, na qual confio plenamente quando o assunto é séries, eis que resolvi assistir Casual, que se encontra em sua excelente 2ª temporada. Comédia comportamental que analisa quão egocêntrico um ser humano pode ser, principalmente quando envolve seus relacionamentos. Sejam pessoais ou profissionais.

 

Valerie sofre uma grande reviravolta em sua vida após o divórcio, que a faz se mudar com Laura, sua adolescente e volúvel filha, para a casa de Alex. Ele, um solteirão irmão caçula e empreendedor que ao acaso lucra com a criação de um site de relacionamentos.

 

Com um elenco extremamente entrosado, o destaque fica com Michaela Watkins, cuja constante mutação de Valerie e a retomada do convívio intenso com o irmão desenterram o passado e despertam verdades que ambos prefeririam manter isoladas. Valerie, Alex e Laura são provavelmente a família mais egoísta e egocêntrica existente, mas é impossível não torcer para que eles se tornem um pouco mais humanos. Inclusive, e que por um momento que seja, que mostrem que precisam enxergar além de suas inseguranças e confusões.

 

Canal Streaming: Hulu
Status: Atualmente na 2ª Temporada
Elenco: Michaela Watkins, Tommy Dewey, Tara Lynne Barr

 

4. Catastrophe

 

Comédia---Catastrophe

 

Confesso que a temporada de estreia me encantou muito mais que a 2ª temporada. Porém, a química natural e catastrófica entre Sharon e Rob, cujos créditos do roteiro da série são da própria dupla, tornam Catastrophe uma das grandes surpresas do ano passado. Originalmente transmitida no canal britânico Channel 4, a produção ganhou mais buzz após ser adquirida pela Amazon.com, colocando-a assim em evidência e garantindo sua renovação para mais dois anos.

 

Sharon, uma irlandesa que mora em Londres, e Rob, um americano em passagem pela capital inglesa, se conhecem casualmente num bar. Devido à conexão, os dois embarcam numa desenfreada maratona regada de bebida e sexo, resultando no temido POSITIVO no exame de farmácia.

 

Dinâmica e apaixonante, apesar do início clichê, é impossível não se apaixonar por essa dupla que desbrava o desconhecido e tenta fazer o que acreditam ser o certo. E o pior disso tudo? Eles sempre tentarão encontrar o caminho um pro outro.

 

Canal: Channel 4 (Amazon.com – US)
Status: Renovada para Season 3 e 4
Elenco: Sharon Horgan, Rob Delaney, Mark Bonnar

 

5. Difficult People

 

Comédia---Difficult-People

 

Dentre as mencionadas, essa é a única que somente assisti o pilot, mas já deu pra entender o porquê dos bons reviews. Principalmente por dividir a grade de programação com Casual às terças-feiras no canal Hulu.

 

Cheio de maneirismos típicos de uma produção indie, Difficult People mostra o dia a dia de dois amigos, aspirantes a comediantes em Nova Iorque, em busca de sucesso e de reconhecimento. Porém, suas frustrações pessoais e profissionais os transformam nas pessoas mais amargas e intolerantes que já existiram. São esses traços de suas personalidades que me prenderam na apresentação da série e que me farão voltar pra um segundo, terceiro e quarto episódio…

 

Canal Streaming: Hulu
Status:  Atualmente na Season 2
Elenco: Julie Klausner, Billy Eichner, James Urbaniak

 

6. Transparent

 

Comédias---Transparent

 

Sem dúvida alguma uma das melhores estreias de 2014, e, pessoalmente, uma das séries que mais me cativaram num curto espaço de tempo, bem antes de Stranger Things aparecer e assim roubar meu coração. Atual, relevante e cheia de alma, Transparent lida com tudo que a humanidade, soa até estranho usar esse termo hoje em dia, precisa começar a adotar: tolerância e aceitação.

 

Transitar como pai de família à mulher é o pano central desta humana produção. Porém, é a maneira com que Mort resolve abraçar seu verdadeiro eu que cativa cada um de nós, torcendo então para que Maura sinta-se cada vez mais à vontade em tomar à frente de sua própria vida. Jeffrey Tambor é deslumbrante ao interpretar essa personagem tão carregada pelas escolhas de seu passado e cheia de esperanças em relação a suas escolhas presentes.

 

Mesmo com a transição, Maura continua a liderar essa disfuncional e inclusiva família. Ela amplia o olhar daqueles que a contemplam, seja de maneira positiva ou negativa. Mas, considerando a conversa que a série deseja criar, acredito que Transparent irá muito além do que as já antecipadas e garantidas temporadas, trazendo assim mais positividade e inclusão num mundo tão sedento de representações sinceras.

 

Canal Streaming: Amazon.com
Status: Season 3 retorna Setembro / Season 4 garantida
Elenco: Jeffrey Tambor, Gaby Hoffman, Jay Duplass, Kathryn Hahn, Amy Landecker, Judith Light

 

Menção Honrosa: You’re The Worst

 

Comédias---You-are-The-Worst

 

Resolvi incluí-la, mesmo que não faça parte do quesito streaming e sim da grade do canal pago FX. Assisti o piloto logo que a série estreou em 2014, porém não comprei a ideia naquela época. Hoje, me arrependo um pouco, nada como uma boa maratona pra compensar o tempo perdido.

 

O que esperar de duas pessoas tóxicas que resolvem, a princípio, manter uma espécie de relação, mesmo que eles próprios não saibam o que significam um para o outro? Gretchen e Jimmy são sem sombra de dúvidas o “não casal mais casal” mais improvável de dar certo. Porém, são seus defeitos e problemas que os tornam importantes na vida um do outro, principalmente quando situações adversas os obrigam a se mostrarem vulneráveis.

 

You’re The Worst conta também com os best friends mais divertidos e sem noção que uma pessoa poderia desejar. É assim que Gretchen, Jimmy, Edgar e Lindsay tornam divertidamente trágicos os sunday fundays e tudo aquilo que fazem juntos ou como “casal” no caso de Gretchen e Jimmy.

 

Uma anti-comédia romântica, YATW exemplifica a incapacidade do ser humano em manter uma relação amorosa. Por mais que essa seja aparentemente conveniente no começo, a intimidade e a partilha tendem a ser usadas como obstáculos que impedem cada um dos personagens de ser, de certa forma, felizes. Se é que é possível tratando-se dessas difíceis espécies humanas.

 

Canal: FX
Status: Season 3 retorna em Agosto
Elenco: Chris Geere, Aya Cash, Desmin Borges, Kether Donohue

 

Eu tenho minha predileção por You’re The Worst, justamente porque a série conseguiu me conquistar episódio a episódio, principalmente com suas personagens, cada qual com suas complicações, defeitos e incapacidades.

 


 

Agora quero saber de vocês. Conhecem algumas das mencionadas? Alguma preferida? Alguma que arriscaria assistir após minha breve apresentação?

 

Bom, se desejam sair um pouco do básico, do famoso feijão com arroz, os canais streaming possuem excelentes produções, que garanto, vale a pena conferir.

Mari
Postado por:       

       
Aproveite para ler também
Escreva seu comentário antes de ir <3