Menu:
02/ago

Não, eu não abandonei este site (ninguém abandonou). O que aconteceu em julho é muito simples: voltei a escrever desenfreadamente. E quando começo a escrever desenfreadamente esqueço até mesmo de almoçar. Deveria me sentir culpada pelo súbito abandono, mas estou de consciência tranquila porque fazia muito, muito, muito tempo mesmo que não dava atenção para minhas histórias de gaveta. E quando digo dar atenção é respirá-las todas as horas do dia. Graças a esse súbito afastamento, recuperei o ritmo que tanto queria recuperar. Há certos males que vão para bem, né? Agora, é recuperar o ritmo deste site, socorro!

 

É bem sério quando minha atenção se desvia porque tenho a tendência de fazer tudo demais e chegar no fim da linha nem querendo mais saber. Bom é que ainda não me sinto cansada e quero ser otimista em acreditar que o Dias de um Passado Esquecido terá sua primeira versão finalizada entre setembro/outubro. Toda essa folga me fez chegar ao capítulo 18, mas deixo detalhes para um post específico. Aproveito até para dizer que começarei um diário de escrita aqui mesmo e chamei a marida Mônica para me fazer companhia.

 

Este mês de agosto vem com gosto de artes somado aos textos que escrevi aos baldes no mês passado e que não tive o famigerado pique para publicá-los. A meta também é dar atenção de leve a Comic-Con por meio de throwbacks como fiz no ano passado. Ou seja, foco nas séries que resenho e que não deixará de ser um breve aquecimento da fall season que vem aí.

 

Só sei que é muito estranho notar que depois de anos ficarei com um buraco de resenhas. Tudo de uma vez só! Já me sinto uma completa perdida porque essas são as séries que me trouxeram para este mundo de cutucar os episódios alheios. E agora? Aceito sugestões.

 

Tinha prometido uma semaninha potteriana em julho e ela chegará com delay. Não será mais uma semana, infelizmente, mas postarei o que consegui escrever (a coluna Accio Potterhead continua viva e linda). Tentei revisar os textos para publicá-los mês passado, mas só conseguia pensar no que minha personagem faria depois de ter sido obrigada a desmascarar parte de sua vida.

 

Consegui terminar Frankenstein e uma análise será publicada no final do mês. Queria fazer uma resenha bonitinha, mas, ultimamente, percebo que meu negócio com livro é basicamente a mesma relação com as séries. Se oferece algo a gente disseca, caso contrário a gente ignora. Não sei o que programo para ler este mês, mas tem confirmado a releitura de O Pequeno Príncipe que preciso começar esta semana para o clube do livro do IATG.

 

Uma das coisas que me passa pela cabeça é tomar coragem de vez e começar a ler Outlander. Só não prometerei porque o livro é meio grandinho. Quem sabe faça algo diferente só para ter a sensação de que estou realmente lendo e não procrastinando com o livro na cabeceira. Tenso é que se começar quererei ler os outros, cheesus.

 

Não bolei grandes planos para este mês porque já é 2º semestre e minha taxa de planejamento começará a cair até 31 de dezembro. Espero em cheesus que as coisas comecem a mudar de verdade porque, sinceramente, meu lado sonserino está ficando turbinado nesses últimos meses. Querer dar uma de Nagini para comer rostos tá bem fácil, cuidado.

 

o iluminado

 

Bem é isso. Que mais uma leva de 31 dias seja ótima para nós (que mais parecem 60 por motivos de agosto das zicas). ❤

Stefs
Postado por:       

       
Aproveite para ler também
Escreva seu comentário antes de ir <3