Menu:


Arquivo da categoria: '' Arquivo por Autor
08/ago
Como toda série, independentemente de sua duração, existe aquele momento decisivo de sua existência. Seja por chegar ao seu ápice ou para preparar o telespectador. Seja manipulativo ou não, a trama será criada e servirá com seu propósito, logicamente ou não.   Ripe marca a metade da jornada de Sharp...
Mari
Postado por:       

       
02/ago
Antes mesmo de começar esta resenha, gostaria de me retratar. Sei que já deveria ter abordado o assunto desde meu primeiro texto, mas acabei não o fazendo. Fix, o 3º episódio de Sharp Objects, foi difícil de processar. Difícil emocionalmente e também devido à sua devastadora cena final, a mais...
Mari
Postado por:       

       
24/jul
Antes mesmo de começar a falar sobre o 2º episódio de Sharp Objects, preciso comentar algo. Desde criança, nutro uma grande paixão pela indústria do entretenimento. Bom, mais especificamente, por cinema e televisão. Dou devido crédito ao meu pai, por sempre me estimular. Seja para ir ao cinema, à...
Mari
Postado por:       

       
17/jul
Se existe algo que eleva minhas expectativas é ver o nome da minha atriz favorita envolvida em algum projeto. Independentemente de esnobadas do Oscar (o que é seu está guardado), Amy Adams se mantém como uma das atrizes mais completas hoje em dia. E diria que também uma das mais bem pagas...
Mari
Postado por:       

       
16/jul
What We See When We Read foi o último livro que vi/li. Dizer que ele foi escrito seria uma supersimplificação, sendo assim, me permito dizer que ele foi vislumbrado. Peter Mendelsund, renomado designer gráfico, permitiu com sua criação a análise de diversas percepções ao lermos um livro. Seja pelo uso da...
Mari
Postado por:       

       
13/jun
Colocar os pés dentro de uma sala de cinema é uma experiência transformadora. Digo isso, pois acredito que entramos e saímos dela completamente mudados. Independentemente de gênero, de motivação e de prediletismos, o intuito da sétima arte é proporcionar escape por meio de sua magia.   Dentre as variações...
Mari
Postado por:       

       
26/abr
Quando penso na palavra silêncio, me remeto a minha infância emocionalmente introspectiva. Desde então, descobri que ao mesmo tempo que o silêncio me acalmava, também me aterrorizava. Dentre a ausência de palavras, me deparava frente a frente comigo mesma. Pra mim sempre foi assim. Muitos evitam isso, mas, no...
Mari
Postado por: