Menu:


Arquivo da categoria: 'Off-Topic'
05/jan
2015 chegou e isso quer dizer que o recesso terminou, yay! Nem sei se fico feliz ou triste com isso, mas vocês me entendem. Novo ano, páginas em branco e muito pavor sobre o que escrever nelas. Ainda bem que o Random Girl é meio que imune a isso.  ...
Stefs
Postado por:       

       
29/dez
Eu sei! Não fui a melhor pessoa com o blog este ano, mas isso aconteceu porque estava empenhada demais em finalizar o We Project (algo que conseguirei cumprir já no dia 31 de dezembro deste ano). Mesmo empacada com os afazeres da “minha vida de escritora”, isso não significa...
Stefs
Postado por:       

       
27/fev
Primeiramente, gostaria de agradecer a todos que participaram deste Concurso Cultural que eu tinha absoluta certeza que floparia. Recebi listas lindas, totalmente inspiradoras. Se não fosse pela ajuda da minha irmã, não teria conseguido escolher os vencedores. Saibam que foi muito difícil, pois eu amei todas que recebi. <3...
Stefs
Postado por:       

       
20/fev
Claro que em uma semana tão linda em homenagem à Esther não poderia deixar de presenteá-los. Em parceria com a Editora Intrínseca, o Random Girl promove um Concurso Cultural muito simples. Basta sentar, pensar com carinho e responder a seguinte pergunta:   O que você faria para diminuir as...
Stefs
Postado por:       

       
06/jul
Depois de tanta espera, eis que está lançada a primeira promoção do Random Girl. Depois de me aguentarem por tanto tempo, nada mais justo que presentear meus queridos leitores.   Eu torturei vocês via Twitter, mas o mistério chegou ao fim. Eis algumas regras básicas + os livros que...
Stefs
Postado por:       

       
01/jan
Pelo menos é o que a Random Girl espera encontrar de sobra em 2013. Se 2012 foi considerado um ano mágico, eu espero, do fundo do meu coração, que este seja o ano de muita, mas muita inspiração. Para quem intenciona viver no verbo de ação que é escrever, nada mais...
Stefs
Postado por:       

       
31/dez
E cá estamos no fim de 2012. Eu sempre tive o dom de reclamar o quanto meus anos são ruins, mas, no caso deste, a maré me guiou por caminhos inesperados para enfrentar o receio único que desenvolvi desde meu primeiro e único estágio: escrever. Essa palavra foi meu...
Stefs
Postado por: