Menu:


Arquivo da categoria: 'Crossovers'
16/out
No meu projeto de regeneração, que se chama Timshel, estipulei cinco desafios para cada semana. Cada um é inspirado em um tema e um deles se chamou musing. Uma palavrinha em inglês, muito usada no Tumblr, que remete, basicamente, ao contexto de musas. Para ficar mais simples a explicação,...
Stefs
Postado por:       

       
15/jul
Eu estava com vontade de publicar este texto desde o início da fall season do ano passado, mas a quantidade de séries que peguei para resenhar tornou a tarefa impossível. Por um lado, isso foi até bom porque só nesse ciclo senti um pouco de firmeza sobre algumas abordagens...
Stefs
Postado por:       

       
27/jun
Meu vício por Orange is the New Black está confirmado e só tenho a agradecer aos envolvidos (e tô com dó de maratonar a 4ª temporada pela verdade de não querer ficar órfã até ano que vem). Não me aprofundarei sobre esse amor (que terá um post em breve)...
Stefs
Postado por:       

       
15/jun
Muitos já devem ter se deparado com a “ideia” de que “devemos fazer o bem só quando convém”. Infelizmente, muitas pessoas ainda pensam que retribuir só se houver a garantia de receber algo em troca, comportamento que pertence a um dos mais incorretos da raça humana. A pior parte...
Stefs
Postado por:       

       
20/maio
Fazia um tempo que estava mega a fim de fazer este post. Cheguei a rascunhá-lo no ano passado considerando os desdobramentos da 2ª temporada de Chicago P.D. e penso que esse “adiamento” foi a melhor coisa que aconteceu por motivos de Chicago Justice.   Depois da experiência com esse...
Stefs
Postado por:       

       
11/maio
Este ano resolvi fazer uma troca aqui no Random Girl. Ano passado, me dediquei bastante ao Manifesto Aleatório que foi transferido para meu outro projeto A Bela e as Feras (só que terá uma carinha diferente). Para não perder a chance de meditar e de incitar algum tipo de...
Stefs
Postado por:       

       
06/maio
Uma das séries que estava na minha lista da fall 2015 era Quantico e, meu deus, como sou uma pessoa feliz. Não por ser a moça que se joga a menor oportunidade em séries policiais, mas porque meu caminho se encontrou com o de Priyanka Chopra.   Pergunto-me: como...
Stefs
Postado por: