Menu:


Arquivo da categoria: 'Narrativas'
02/set
Não é segredo para ninguém que amo amar e esboçar um pouco mais de amor com relação ao livro Fangirl, assinado pela Rainbow Rowell. Para quem não sabe, ele foi lançado na Bienal do Livro pela editora Novo Século no mês passado e já pode ser encontrado nas livrarias...
Stefs
Postado por:       

       
27/ago
Sabe aquele dia que você marca no calendário convencida de que será extremamente especial? Sem antes começar? Dia 23 de agosto de 2014 representou uma data que se resume em três palavras: sonho realizado, reconhecimento e amor por livros. Foi até que fácil ignorar os problemas de infraestrutura da...
Stefs
Postado por:       

       
19/maio
Para refletir sobre o Universo é preciso abandonar todo o conceito do “concreto”, pois nada é tão abstrato quanto o infinito e nada é tão infinito quanto o Universo.   Hoje trago para vocês uma entrevista muito legal com um leitor do blog que, recentemente, publicou seu primeiro livro: Os...
Stefs
Postado por:       

       
25/mar
Um dos meus maiores vícios literários atuais é Rainbow Rowell. Este mês, chegou ao Brasil o livro Eleanor & Park, traduzido pela editora Novo Século, e é muito lindo ler resenhas de pessoas que se apaixonaram pela história desses dois personagens que descobrem na flor da idade os altos...
Stefs
Postado por:       

       
20/fev
É muito fácil perguntar como o John Green conseguiu ser um autor tão influente entre os jovens. Digamos que ele atingiu o auge em um momento muito propício, pois é muito legal andar por aí e ver que os adolescentes de hoje em dia estão empenhados na leitura. O...
Stefs
Postado por:       

       
20/jan
Quando peguei A Menina que Roubava Livros para reler, me vi em um novo momento mágico de retirar um título antigo da prateleira. Ele estava meio empoeirado, encontrei uma manchinha de tinta azul na capa e, conforme lia, algumas páginas estavam meio amassadas. Eu deveria ter surtado com isso,...
Stefs
Postado por:       

       
09/out
Desde que li e assisti As Vantagens de ser Invisível, não tive coragem de escrever absolutamente nada sobre ele, talvez, por extrema covardia. No meu último dia de férias, resolvi tomar coragem para assistir de novo a adaptação do livro de Stephen Chbosky, dirigido e roteirizado por ele. O...
Stefs
Postado por: