Menu:
04/abr
Hoje retorno com mais um Maricota Indica! Dessa vez, além de recomendar séries imperdíveis, decidi abordar algo que venho percebendo: julgamos algo simplesmente por acreditarmos que pertence somente ao público que o conteúdo foi destinado.   Tive a oportunidade de assistir uma sessão especial para clientes no cinema que frequento....
Mari
Postado por:       

       
31/mar
Chicago Fire entrou esta semana com uma proposta de mudanças que não mudou ninguém. Chocada, mas não surpresa. Praticamente em todas as vezes que os envolvidos com a série querem provocar um tipo de salto ou se tem alguma doença envolvida – que se cura fácil – ou algum...
Stefs
Postado por:       

       
29/mar
Quando vi este episódio de The Bold Type pela segunda vez, a fim de escrever este texto, eu estava em meio à típica crise sobre o que ando fazendo da minha vida. Uma indagação que ocorre quando estou nos meus famigerados dias cinza e que tem lá seu tom...
Stefs
Postado por:       

       
27/mar
Assisti Miss Representation pela primeira vez em 2015. Uma experiência que coincidiu com o início da minha saga como Chapter Leader do I Am That Girl. Praticamente dois anos depois de assisti-lo (pela terceira vez) novamente, não foi nem um pouco espantoso notar que as mesmas emoções angustiantes vieram...
Stefs
Postado por:       

       
24/mar
Novamente, chego aqui com a dose de apatia renovada quanto aos novos desdobramentos de Chicago Fire. Quem me conhece, sabe que tenho sérios problemas quando trama fica abaixo de “construção de shipper” e, obviamente, que muito desses dois episódios não me deixou contente. Em contrapartida, o viés da dobradinha...
Stefs
Postado por:       

       
10/mar
Primeiramente, tenho que dizer que não assisti a primeira parte do crossover. Desta forma, o texto de hoje foi desenvolvido como se este episódio de Chicago Fire fosse um episódio comum, igual a tantos outros.   Pior que, de fato, esta não deixou de ser mais uma semana comum,...
Stefs
Postado por:       

       
08/mar
Este é aquele texto que me vi extremamente na dúvida se deveria centralizar em histórias ou em representatividade. Considerando que ainda não me acho detentora de tanta informação sobre o segundo item, dei uma revertida na bússola e mudei o questionamento: por que representatividade não é só ter a...
Stefs
Postado por: