Menu:


Arquivo da categoria: 'Biografia' Arquivo da tag 'Biografia'
05/dez
Scrappy Little Nobody entrou na minha lista de releituras para o futuro. Ele deixou um buraco maior em comparação ao criado após a leitura da autobiografia da Sara Bareilles, verdade seja dita. Reação que me deixou surpreendida mais uma vez porque, como já contei aqui, esse gênero não é...
Stefs
Postado por:       

       
10/out
Ah, mas olhem quem andou lendo biografias. Ela mesma, Stefs Lima. Sempre tenho receio de ler livros desse gênero porque, geralmente, não me agregam. Porém, todavia, entretanto, o que trago hoje agregou demais. Juro que assim que terminei de lê-lo queria ler de novo. As ironias da vida que...
Stefs
Postado por:       

       
17/mar
Tenho vinte anos e me odeio. Meu cabelo, meu rosto, o formato da minha barriga. A maneira como minha voz soa hesitante e meus poemas soam piegas. (…) Dissimulo esse ódio com um tipo de autoaceitação agressiva.   Quem lê essas primeiras linhas do livro Não Sou Uma Dessas...
Stefs
Postado por:       

       
20/fev
Selma: Uma Luta Pela Igualdade (Selma) é um filme que merecia todos os prêmios e ver as esnobadas nas premiações foi meio revoltante. Este é aquele tipo de obra-prima cinematográfica que não economiza em nada na dramatização e faz quem assiste se sentir desconfortável na própria pele. É aquele tipo...
Stefs
Postado por:       

       
11/fev
Gosto muito de filmes que deixam um gosto amargo na garganta e oportunizam uma sinistra pausa para reflexão, ao ponto de nos fazer rebobinar alguma fase da vida. Foi isso o que aconteceu comigo quando terminei de assistir Livre (Wild), estrelado por Reese Witherspoon. Jean-Marc Vallée é quem o...
Stefs
Postado por:       

       
02/fev
Histórias de amor precisam ser absurdamente intensas para tirarem meu coração do lugar. Histórias de amor precisam transitar entre a inocência e o sacrifício para criar uma marca profunda dentro de mim. Histórias de amor precisam me consumir por inteiro para eu mergulhar dentro delas. A Teoria de Tudo...
Stefs
Postado por:       

       
26/jan
O Jogo da Imitação (The Imitation Game) tem muito daquilo que sou apaixonada: história e retrocessos. Sou facilmente atraída por filmes situados nas linhas do tempo que envolvem acontecimentos importantíssimos, como, neste caso, a Segunda Guerra Mundial. O longa me deixou arrepiada do começo ao fim e com lágrimas...
Stefs
Postado por: