Menu:


Arquivo da categoria: 'Reflexões' Arquivo da tag 'Reflexões'
23/ago
Esta não é uma cartinha do mês. Na real, é um desabafo tremendo. Não digam que não avisei!   Durante vários meses, eu tentei cumprir um especial sobre o livro da Anna Kendrick. A ideia era refletir sobre meus quotes favoritos, mas não conseguirei fazer isso na prática. Porém,...
Stefs
Postado por:       

       
16/jan
Hoje trago para vocês o retorno da minha coluninha mais pessoal e que batizei de Pessoalidades. O clima do Random Girl é de sair da órbita e tracejar caminho rumo à evolução. Uma ideia que tem rendido várias experiências, como vocês podem ler abaixo sobre meu início de amadurecimento...
Stefs
Postado por:       

       
13/nov
Em algum momento da minha vida, mais precisamente em 2012, li e resenhei O Ano da Leitura Mágica. Um livro que, com a passagem do tempo, acreditei que se manteria esquecido na minha estante, na companhia de tantos outros. Bem, não foi o caso, pois, em fins de março...
Stefs
Postado por:       

       
12/abr
Este é aquele post que estava pronto desde o ano passado e só deu para publicar neste instante.   Não sei bem porque demorei tanto para ver a última temporada de My Mad Fat Diary. Por ter apenas 3 episódios, aguardei bater aquela vontade avassaladora. Lá no fundo, sei...
Stefs
Postado por:       

       
09/out
“No universo, há coisas conhecidas e desconhecidas, e, entre elas, há portas”   Um dia, fui uma pessoa que não abria nenhuma porta.   Outro dia, fui a pessoa que abria as portas depressa. Como se elas fossem sumir.   Hoje, sou a pessoa que abre as portas com...
Stefs
Postado por:       

       
17/set
Todo mundo sabe que amo O Apanhador no Campo de Centeio, livro de J.D. Salinger, e sempre que possível dou uma revisitada. Hoje é esse dia, mas focarei em Holden Caulfield, o personagem principal dessa obra – que se você não leu, por favor, compareça.   Nas minhas passeadas pela...
Stefs
Postado por:       

       
03/ago
Hoje é #EstherDay e obviamente que não deixaria esse dia passar em branco.   Esther me marcou, muito, como se realmente a tivesse conhecido pessoalmente. Como se tivesse contado com a oportunidade de ter uma longa conversa com ela. É isso que acontece quando se tem tanta afinidade com...
Stefs
Postado por: